Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Maioria dos portugueses utiliza a internet para escolher o destino das suas férias

Maioria dos portugueses utiliza a internet para escolher o destino das suas férias

8 em cada 10 portugueses recorre à internet para pesquisar e decidir autonomamente sobre as suas férias, sem ajuda de promotores turísticos. A maioria também prefere decidir no local o que fazer, em vez de levar tudo planeado.

Pinterest Google+
PUB

A Rombo, agência de viagens online, realizou um estudo para descobrir os hábitos dos portugueses na preparação das suas viagens de férias. O estudo revela que a internet é a fonte de informação mais utilizada pelos portugueses quando chega o momento de tomar decisões para a preparação do seu período de férias.

Na preparação das suas férias, apesar de gostarem de ter algumas atividades planeadas, a maioria dos portugueses gosta de reservar tempo para poder, no local, decidir o que fazer.

De facto, a internet é o meio preferido dos portugueses (81%) para recolher informação que ajude na tomada de decisão do destino das suas viagens e o tipo de férias pretendido. Depois da internet, surgem as agências de viagens como agentes de influência na decisão.

A maioria dos inquiridos (cerca de 54%) afirma planear as suas férias em função de um destino, procurando, num momento posterior, quais as ofertas disponíveis. Cerca de 42% dos inquiridos tem as atividades que pretende realizar nas férias como fator de decisão.

Chegado o momento de planear as atividades no destino, a maioria dos inquiridos afirma recorrer à internet, seja pela consulta de conteúdos sobre os locais ou pela visita a fóruns de viajantes, na procura de sugestões de pontos de interesse a visitar. A seguir, surge a agência de viagens como apoio nesta decisão, assim como a consulta de guias de viagem tradicionais. A internet é também utilizada na comparação de condições de alojamento.

No que diz respeito ao tempo despendido na preparação das viagens, conclui-se que os portugueses planeiam q.b.. Isto é, o planeamento começa sobretudo entre 1 a 3 meses antes das férias e a maioria dos portugueses, cerca de 70%, consulta alguma informação para programar algumas atividades sem investir nisso demasiado tempo. Os portugueses gostam, portanto, de ter planeadas algumas atividades e garantir que não perdem marcos importantes, deixando tempo livre para descobrir espontaneamente os destinos.

Quanto à reserva das viagens, a maioria prefere realizá-las diretamente nas companhias aéreas e nos hotéis. As agências de viagens surgem em segundo e terceiro lugar, com as agências de viagens online serem as preferidas por cerca de 31% dos portugueses e as agências tradicionais por cerca de 29%.

Conclui-se assim que a internet, pela sua facilidade de acesso, faz parte do processo de tomada de decisão das férias dos portugueses. «Os portugueses gostam de ter um plano de férias sem que este seja muito rígido, permitindo-lhes afastar-se da servidão do cumprimento de horários do dia-a-dia para que possam, sem constrangimentos explorar, os seus destinos de férias», refere o comunicado da Rumbo.

Artigo anterior

‘Haha’ destrona ‘lol’ no Facebook

Próximo artigo

Exposição assinala aniversário da Ponte 25 de Abril