Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Maioria dos pais portugueses prepara os filhos para saberem lidar com dinheiro

Maioria dos pais portugueses prepara os filhos para saberem lidar com dinheiro

Dados revelados no âmbito do Dia Mundial da Juventude, assinalado a 12 de agosto, que indicam ainda que os jovens se sentem tentados a gastar mais devido à facilidade das compras eletrónicas.

Pinterest Google+
PUB

Cerca de 95% dos pais portugueses prepara os filhos para saberem gerir e lidar com dinheiro, revela a Intrum Justitia, uma consultora europeia de serviços de gestão de crédito e cobranças.

 

Os dados integrados num estudo europeu, que contou com a participação de 1.010 inquiridos nacionais, revelam ainda que 86% dos pais em Portugal defende que as crianças deveriam aprender mais sobre economia na escola e cerca de 60% acredita que as escolas, ao terem esta responsabilidade, estarão a educar as crianças sobre economia doméstica.

 

«A sociedade precisa de encontrar novas formas de transmitir aos jovens os conhecimentos necessários para responder às dificuldades do amanhã e as escolas precisam de assumir o seu papel e preparar adequadamente os jovens para uma realidade económica complexa que os espera no futuro. Assumir a responsabilidade pelas finanças pessoais e consumir com moderação, juntamente com a plena compreensão das consequências de uma dívida, são questões muito relevantes e têm de ser transmitidos aos jovens», explica Luís Salvaterra, diretor-geral da Intrum Justitia.

 

Veja também: Estás na casa dos 20? Aprende a gerir o teu dinheiro

 

Estes dados foram recolhidos pela Intrum Justitia numa pesquisa realizada em simultâneo a 21.317 cidadãos europeus, de 21 países, em que os pais portugueses registam a taxa mais elevada dos países analisados.

 

O estudo analisou ainda o comportamento dos inquiridos no que respeita às compras e conclui que mais de um terço (35%) dos jovens afirmam que a facilidade criada pelas compras online aumenta os seus gastos, 58% tem cartão de crédito, 26% gasta dinheiro regularmente em compras online, 33% fez este ano mais compras online e 50% prefere receber as suas contas em formato digital.

Artigo anterior

Relacionamento é igual a mala

Próximo artigo

Jovem português com ADN de cinco continentes vence concurso da momondo em Portugal