Home»GLAMOUR»LUXOS»Maior diamante do mundo grande de mais para se vender

Maior diamante do mundo grande de mais para se vender

A licitação para a pedra com cerca de 3 mil milhões de anos ficou paralisada nos 53 milhões de euros. Não há dinheiro que o pague e deverá ter de ser cortado.

Pinterest Google+

Chama-se ‘Lesedi La Rona’ ou ‘Nossa Luz’ na língua nacional do Botswana, onde foi encontrado, e pesa 1.109 quilates. Este é o maior diamante do mundo em bruto encontrado nos últimos cem anos e continua à espera de quem o compre.

 

Mas, do tamanho de uma boa de ténis, é grande de mais para vender, tendo a sua venda ficado paralisada nos 53 milhões de euros no último leilão realizado pela Sotheby’s, sendo o seu provável destino o corte ou não terá expressão no mercado, revela a Reuters.

 

«Na história da humanidade, é a segunda pedra recuperada com mais de mil quilates. Por que se quereria polir? A pedra na forma bruta contém um potencial incalculável … Mas assim que se polir isso desaparece», comenta William Lamb, chefe executivo da Lucara Diamond Corp, empresa canadiana detentora do diamante.

 

Veja também: Feito em ouro e diamantes, este é o spinner mais caro do mundo

 

Lamb acreditava que os colecionadores ultras ricos que compram e vendem obras de arte preciosas por valores recorde em leilão fariam o mesmo com este diamante em bruto. Mas o valor astronómico desta pedra com cerca de três mil milhões de anos parece não ter expressão no mercado.

 

«Quando é que um diamante é muito grande? Penso que descobrimos que quando ultrapassa 1.000 quilates é muito grande», disse a Reuters o analista de pedras preciosas da Panmure Gordon, Kieron Hodgson. Por agora, não se sabe o que vai acontecer a este diamante, considerado uma maravilha da natureza.

Artigo anterior

Infidelidade aumenta no verão revela estudo

Próximo artigo

Garrafas de plástico podem ser reutilizadas tal com as de vidro