Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»LPN promove Semana do Jornalismo de Ambiente

LPN promove Semana do Jornalismo de Ambiente

O novo evento procura dar destaque ao trabalho desenvolvido pelos media e jornalistas na cobertura das matérias ligadas ao ambiente e à importância deste serviço para a sociedade. Decorre de 23 a 27 de maio.

Pinterest Google+
PUB

A Semana do Jornalismo de Ambiente é a nova aposta da Liga para a Protecção da Natureza (LPN) para destacar a importância das notícias, media e profissionais que se dedicam à cobertura da realidade nas várias áreas do ambiente.

 

De 23 a 27 de maio, o Auditório Carlos Paredes, em Benfica, irá receber personalidades nacionais e internacionais em conferências e momentos de discussão num evento gratuito e aberto a todos os interessados.

 

Sadie Babits, presidente da Sociedade de Jornalistas de Ambiente (EUA); Gustavo Faleiros, editor da Rainforest Investigation Network do Pulitzer Center for Crisis Reporting e cofundador da InfoAmazonia; Jacopo Pasotti, repórter e fotógrafo galardoado pelos seus trabalhos nas áreas do ambiente, ciência, sociedade e viagem; Rhett Butler, fundador e diretor executivo da plataforma Mongabay e Prémio Parker/Gentry 2014; e a portuguesa Catarina Canelas, jornalista coordenadora da secção de ambiente na CNN Portugal e Prémio Rei de Espanha Ambiental 2021, são os oradores convidados para inaugurar os vários dias do evento.

 

VEJA TAMBÉM: CONSUMIDORES ONLINE MAIS ATENTOS À SUSTENTABILIDADE

 

O papel dos media na defesa do ambiente

As discussões irão reunir profissionais do jornalismo, académicos e freelancers e centrar-se em temas como a procura dos portugueses pelas notícias do ambiente, a ligação das Organizações Não-Governamentais de Ambiente (ONGAs) aos media, a importância da ligação dos media regionais e locais às comunidades, as novas agendas ambientais nacionais e internacionais e os desafios e oportunidades para as reportagens sobre ambiente.

 

Para Rúben Oliveira, membro da Direção Nacional da LPN e um dos promotores do evento, “a Semana do Jornalismo de Ambiente vem dar destaque não apenas ao trabalho dos jornalistas que se dedicam a cobrir as matérias relacionadas com o ambiente, mas também realçar os media enquanto veículo primordial de partilha de informação e estímulo a um espírito crítico da sociedade face aos avanços e recuos das políticas e ações em prol do ambiente, da conservação da Natureza e de um desenvolvimento sustentável”.

Já Inês Machado, coordenadora do Departamento de Comunicação da LPN, destaca “a necessidade de se estabelecer cada vez mais pontes entre as entidades que se dedicam à defesa do ambiente, com base técnica e científica fidedigna, e os media, a fim de que as mensagens cheguem cada vez mais longe, despertem e estimulem à ação de mais pessoas”.

 

Com a Semana do Jornalismo de Ambiente, a LPN procura dar palco a temas emergentes, discussões construtivas e oradores que primam pelas boas práticas da informação, desde a investigação à informação, passando por diferentes formatos de reportagem.

 

A iniciativa procurará ainda assumir-se enquanto oportunidade para o enriquecimento académico, estando prevista a parceria com as principais instituições de ensino superior e programas dedicados à formação de jornalistas e profissionais de comunicação, sobretudo, na região de Lisboa.

 

Artigo anterior

Preserve a sua autoestima e o seu autorretrato em 12 passos

Próximo artigo

Iniciou a dieta? Estes são os erros que desaceleram o metabolismo