Home»GLAMOUR»MODA»Louboutin vence batalha judicial pelas solas vermelhas

Louboutin vence batalha judicial pelas solas vermelhas

O Tribunal Europeu de Justiça apoiou a alegação do designer de sapatos de que o uso de um tom específico de vermelho nas suas solas é um sinal distintivo da sua marca. Assim, sapatos de salto alto de sola vermelha continuam a ser apenas os Louboutin.

Pinterest Google+

Christian Louboutin venceu hoje, no Tribunal Europeu de Justiça (TJE), a batalha pelo uso da sola vermelha como marca registada, revela a agência Reuters.

 

Os juízes do Tribunal de Justiça da União Europeia não seguiram o conselho do advogado geral, que disse em fevereiro passado que o vermelho não poderia ser considerado um item separado da forma da sola.

 

VEJA TAMBÉM: AS MARCAS DE SAPATOS MAIS CARAS DO MUNDO

 

«A marca não diz respeito a uma forma específica de sola para sapatos de salto alto, uma vez que a descrição dessa marca indica explicitamente que o contorno do sapato não faz parte da marca e se destina apenas a mostrar o posicionamento da cor vermelha coberto pelo registo», disse com comunicado o TJE, segundo a Reuters.

 

O estilista francês tinha ido a tribunal na Holanda para impedir que a rede de lojas holandesa Van Haren vendesse as suas próprias versões de sapatos de salto alto com solas vermelhas, umas das opções favoritas das celebridades para usarem na passadeira vermelha. A questão saltou depois para o TJE.

 

VEJA TAMBÉM: CALÇADO NACIONAL: DO MAIS SEXY DA EUROPA À CONQUISTA DO MUNDO

 

Louboutin, fundada em 1991, reivindicou a vitória e saudou a decisão: «A proteção da marca única de Christian Louboutin é reforçada pelo Tribunal de Justiça Europeu», disse Louboutin num comunicado ao qual a Reuters teve acesso. «A cor vermelha aplicada na sola do sapato de salto alto de uma mulher é uma marca que a Maison Christian Louboutin mantem há muitos anos», disse o estilista.

 

Esta não é a primeira vez que Louboutin luta em tribunal pelo uso exclusivo das solas vermelhas em sapatos de salto alto. Em 2012, numa batalha contra a Yves Saint Laurent, o designer de sapatos também conseguiu para si o uso das solas vermelhas, sendo que as outras marcas podem usar a sola dessa cor, desde que o sapato seja todo ele vermelho.

 

 

Artigo anterior

Cientistas testam com êxito vacina contra o stress

Próximo artigo

Não bebe água suficiente? Então, estas dicas são para si