Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Liberte-se de pressões sociais e crenças erradas

Liberte-se de pressões sociais e crenças erradas

Pinterest Google+

Nada melhor do que um ‘parece mal!’ para destruir uma boa autoestima. Bem certo que vivemos em sociedade e que ‘a nossa liberdade termina onde começa a liberdade do outro´, mas igualmente certo é que da nossa vida sabemos nós.

 

Seja como for, paira sempre no ar a pergunta: ‘O que os outros vão pensar?!’, quando estamos inseguros sobre alguma das nossas decisões ou mesmo quando nós próprios nos estamos a boicotar.

 

O que pensamos sobre o que os outros pensam de nós é provavelmente uma das pressões sociais mais poderosas que podemos enfrentar. Nestas situações, nem são necessários comentários ou expressões faciais por parte dos outros, pois é a nossa cabeça que faz todo o ‘filme. ´

 

Este é um sistema muito eficaz de autorregulação que se fundamenta no efeito de espelho e muitas vezes retira a responsabilidade da falta de ação. O indivíduo não age ou não toma determinada decisão porque os outros não iriam aprovar. No fundo, é a própria pessoa que não aprova a ação ou decisão e não quer assumir isso. Assim pode sempre dizer que não fez por causa dos outros, e assim não se sente culpada.

 

Esta é uma forma de pressão social disfarçada onde a fonte da pressão é a própria pessoa. De qualquer modo, o efeito da pressão social, efetiva na vida de cada um é extremamente poderosa. Os falsos moralismos ou os puritanismos exacerbados são comuns e acontecem de forma transversal em toda a sociedade e sobre variadíssimos temas.

 

A sexualidade é um dos temas preferidos deste tipo de comportamento. Sendo um tema tabu e de conotação duvidosa, está mais exposto aos ataques sociais. Para entender a pressão social relativa ao sexo, seria útil lembrar que ao longo de muitos séculos a ‘sexualidade branca’ era toda aquela que se destinava à procriação. Os atos sexuais que se destinassem a conceção de um novo ser eram puros e imaculados.

Artigo anterior

Ícone de moda de 94 anos vai lançar linha de roupa

Próximo artigo

Assunto arrumado, vigor redobrado