Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Lego pode ficar sem ‘stock’ de peças até ao Natal

Lego pode ficar sem ‘stock’ de peças até ao Natal

Se está a pensar oferecer brinquedos Lego neste Natal, não se admire se não encontrar o que procura. A empresa dinamarquesa já avisou que poderá não conseguir satisfazer todos os pedidos de encomendas para este Natal.

Pinterest Google+

Os fãs das construções Lego podem não ver os seus desejos realizados neste Natal. Isto porque as fábricas da empresa, apesar de estarem a trabalhar com a capacidade máxima, podem não conseguir fabricar o número suficiente de peças por forma a dar resposta aos pedidos das lojas de brinquedos da Europa, conforme avança a agência Reuters.

 

«Não vamos conseguir dar resposta às encomendas de todos os clientes, que estão sempre a chegar», disse o porta-voz da Lego, Roar Trangbaek, citado pela Reuters.

 

O responsável recusou-se a dizer quais as gamas de brinquedos e quais os países europeus que serão afetados, adiantando que a empresa tem capacidade para entregar os pedidos feitos até agora. O mesmo não vai acontecer com as novas encomendas.

 

«Esta afluência superou todas as nossas expectativas, bem como as dos clientes», respondeu o porta-voz quando questionado sobre os motivos que levaram a empresa a não prever tal procura.

 

A empresa dinamarquesa tornou-se na maior fabricante de brinquedos do mundo, muito por conta de alguns brinquedos estarem ligados a filmes como é o caso do “ The Lego Movie”. Ultrapassando assim a norte-americana Mattel que fabrica as bonecas Barbie.

 

As vendas da Lego aumentaram 18 por centro nos primeiros seis meses deste ano, atingindo os 1,85 mil milhões de euros. Ocupando o primeiro lugar do ranking das vendas de brinquedos, seguida da Mattel que arrecadou 1,67 mil milhões de euros, e por fim vem a Hasbro, fabricante do jogo Monopoly, que teve uma receita de 1,32 mil milhões de euros.

 

A Lego, propriedade da família do fundador Ole Kirk Kristiansen fez, em 2014, um investimento considerável quer em instalações quer em equipamentos com o objectivo de aumentar a produção de brinquedos. Ainda assim, houve países como a Dinamarca e o Canadá que não receberam encomendas.

 

A empresa está a expandir o seu mercado e está a construir uma fábrica na China, em Jiaxing, que fica a 100 quilómetros de Xangai. Prevê-se que a fábrica esteja em funcionamento em 2017, ficando a ser responsável pela produção da maior parte dos brinquedos Lego para toda a Ásia. A Lego tem fábricas na Dinamarca, Hungria, República Checa e México.

 

Artigo anterior

Passatempo Gaes

Próximo artigo

Cristiano Ronaldo canta com Julio Iglesias