Home»FOTOS»Joalharia portuguesa contemporânea mostra-se ao mundo

Joalharia portuguesa contemporânea mostra-se ao mundo

Nove criadores nacionais apresentam a joalharia portuguesa da atualidade numa das maiores montras de design de joias da Europa, a Sieraad – International Jewellery Art Fair, que junta criadores de mais de 40 países. Esta é a maior participação portuguesa neste evento, que vai na sua 17ª edição.

Pinterest Google+

Epicentro do design e da criatividade, a cidade holandesa de Amesterdão acolhe a Sieraad – International Jewellery Art Fair, de 9 a 11 de novembro.  E nove criadores nacionais marcam presença num dos principais eventos de joalharia contemporânea da Europa. Conheça uma amostra dos seus trabalhos na galeria acima.

 

Vocacionada para a joalharia contemporânea e o design de autor, esta feira reúne em Amesterdão cerca de 160 criadores de mais de 40 países. De Portugal, voam nove jovens designers à procura de afirmação no mercado europeu, naquela que será a maior participação da joalharia portuguesa neste evento, que vai na sua 17ª edição.

 

VEJA TAMBÉM: PÉS COM GLAMOUR? NESTE INVERNO CALCE NACIONAL

 

A seleção de marcas portuguesas presente revela a diversidade de conceitos que caracteriza a joalharia contemporânea nacional. Do consagrado designer Bruno da Rocha, com as suas peças exuberantes inspiradas na natureza mais sombria, ao estreante Diogo Dalloz, brasileiro que une a técnica da joalharia portuguesa à sensualidade do design carioca, são muitas e diferentes as propostas em exposição na Sieraad.

 

Se para a Sopro, marca da autoria de Andreia Lima, já não será uma estreia, tendo participado na última edição, esta será a primeira vez que Ana Bragança, Ana João, Cecília Ribeiro, Joana Santos, Mater Jewellery Tales e Telma Da dão a conhecer as suas coleções na feira holandesa.

 

VEJA TAMBÉM: UM FIM DE SEMANA EM AMESTERDÃO: SIGA ESTE GUIA DETALHADO

 

Para Fátima Santos, secretária-Geral da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal, «a Sieraad é reflexo da mudança que se vive no setor da joalharia a nível mundial. A tendência para a diversificação dos conceitos e abordagens cria necessidade de espaços e eventos especializados por segmentos e públicos distintos. Este é sem dúvida um dos pontos de encontro da joalharia de autor na Europa e por isso uma oportunidade para os nossos criadores fazerem contactos e integrarem a rede da joalharia contemporânea internacional».

 

 

barra

Artigo anterior

A magia do Óbidos Vila Natal está de volta

Próximo artigo

Abortos de repetição: algumas causas e anomalias