Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Jantares de olhos vendados estão a chegar a Lisboa

Jantares de olhos vendados estão a chegar a Lisboa

A Fever em parceria com o Restaurante Espada no Cais do Sodré, em Lisboa, organiza uma experiência única para despertar e surpreender os sentidos, o “Dinning in the Dark”. E a ementa… é surpresa.

Pinterest Google+
PUB

No mês de novembro, todos os domingos, vai ser possível jantar de olhos vendados num restaurante de Lisboa. Uma experiência sensorial única que leva o conceito de jantar fora a uma nova perspetiva, sendo já um sucesso mundial da Fever, empresa global de experiências e eventos.

 

Um jantar, uma sala à luz das velas, uma venda nos olhos e uma ementa surpresa. É esta a sugestão da Fever e do restaurante Espada para sair da rotina e partilhar uma refeição diferente com quem mais gosta. Trata-se do “Dinning in the Dark”, e promete elevar o típico jantar de domingo à noite a um nível totalmente novo, uma experiência sensorial saborosa que irá apurar os sentidos, principalmente o paladar e o olfato. Até porque se os estudos mostram que 80% das pessoas “comem com os olhos”, no “Dinning in the Dark” não vai ser a visão o sentido mais apurado.

 

Este evento exclusivo  vem, assim,  contrariar a tendência e mostrar que mesmo em tempos difíceis de pandemia é possível ter experiências únicas com toda a segurança.

 

O bilhete, para uma pessoa, para o “Dining in the Dark” inclui uma venda para os olhos e um menu de jantar surpresa. É possível optar por uma das três opções do menu, a refeição verde (vegetariana), azul (peixe) ou vermelha (carne), e todos os menus incluem entrada, prato principal e sobremesa. A compra da experiência é possível na plataforma da Fever, onde existem várias sessões disponíveis a partir das 19h45, já a partir de 25 de outubro.

 

Horário: às 19h30 ou 21h45, todos os domingos, a partir de 25 de outubro

Duração: 2 horas

Preço: 1 bilhete – 28.00 euros

Local: Restaurante Espada, no Cais do Sodré, Lisboa

Idade: Maiores de 18 anos

Artigo anterior

Perturbações de ansiedade em crianças: aprenda a lidar com o problema

Próximo artigo

Psicóloga alerta: os primeiros sinais de depressão