Home»VIDA»SOCIEDADE»Já ouviu falar do Snapchat?

Já ouviu falar do Snapchat?

A rede social de partilha de imagens foi criada há quatro anos e é agora a terceira mais popular no mundo, com 100 milhões de utilizadores ativos. Numa altura em que o Snapchat começa a ser preferido também pelos portugueses, explicamos-lhe tudo o que precisa saber sobre a aplicação.

Pinterest Google+

Em 2011, os estudantes da Universidade de Stanford Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown decidiram criar uma aplicação de troca de mensagens com base em imagens como projeto de uma disciplina do curso de Design de Produto. Quatro anos depois, o Snapchat é a terceira rede social mais popular no mundo, faz parte do Top 10 de downloads do iTunes e vale cerca de 18 mil milhões de euros.

O Snapchat permite aos utilizadores enviar fotos, vídeos ou mensagens e escolher o tempo que a imagem ficará no visor do amigo da sua lista, entre uma dez segundos. A imagem, ou ‘snap’, é depois desse tempo excluída do dispositivo e dos servidores. Também é possível adicionar filtros nas fotos, salvar as fotos tiradas na aplicação no computador e anexar arquivos à caixa de mensagens dentro do Snapchat.

Esta terça-feira, o co-fundador e CEO do Snapchat, Evan Thomas Spiegel, de 25 anos, publicou um vídeo a explicar para que é que serve a aplicação. No vídeo de cerca de quatro minutos, que foi descrito por alguns meios de comunicação como “estranho” por parecer ter sido filmado com uma câmara de baixa resolução, o jovem usa apenas um bloco de notas e uma caneta para a apresentação.

“Quando vês crianças a tirar ziliões de fotografias a coisas que nunca fotografarias é porque eles estão a usar as fotografias para falar.”, diz Spiegel no início vídeo. “O Snapchat tem a ver com a forma como a fotografia mudou. Antigamente as fotos eram feitas para guardar memórias. Agora são usadas para falar e é por isso que as pessoas estão a tirar e a enviar milhares de fotos no Snapchat todos os dias”, explica.

O jovem empresário explica ainda que a aplicação está dividida em três áreas, que são o resultado da evolução da forma como as pessoas utilizam fotos: “O Snapchat começa sempre com um ‘snap'”. Para começar uma conversa, tem de tirar uma foto. Por isso o aplicativo começa pela câmara. À esquerda da câmara, está o chat, uma lista com todas as sua conversas. Estas são as pessoas com quem o utilizador troca fotos. Quando iniciamos o serviço, só tínhamos estas duas partes. Recentemente, adicionamos uma nova área onde estão armazenados ‘snaps’. Quando tira um ‘snap’, pode escolher enviá-lo para amigos ou adicioná-lo a uma história, que mantém os seus ‘snaps’ do dia em ordem cronológica”, termina Spiegel.

Com as recentes injeções de capital e a inclusão de publicidade, a empresa viu crescer substancialmente o número de mensagens trocadas por dia.

Por Joana de Sousa Costa

Artigo anterior

O Expresso do Oriente inicia rota para Berlim em 2016

Próximo artigo

Governo francês pede simpatia aos seus cidadãos