Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Já conhece a nova cria de koala do Jardim Zoológico?

Já conhece a nova cria de koala do Jardim Zoológico?

A pequena fêmea ‘ainda sem nome’ tem dez meses e vai ser apresentada às famílias que a visitarem entre os dias 17 e 19 de março, em jeito de celebração do Dia do Pai. E porque ainda não tem nome vai poder participar na sua escolha.

Pinterest Google+

Para os dias 17, 18 e 19 de março, o Jardim Zoológico de Lisboa preparou um dia dedicado a todos os pais, para conhecerem o “universo australiano” da nova cria de Koala, nascida há dez meses e que ainda não tem nome.

 

Nestes dias, pelas 11 horas, o Jardim Zoológico convida pais e filhos a reunirem-se junto da instalação do Koala para conhecer de perto o dia-a-dia deste seu novo residente. Do pátio, vão poder assistir à sua pesagem e alimentação diárias, enquanto um técnico especializado os guiará pelas inúmeras curiosidades deste marsupial australiano.

 

Nascida a 3 de maio de 2017, depois de uma gestação de cerca de um mês, a pequena fêmea, com menos de 20mm de comprimento e 0,5g de peso, migrou para a bolsa marsupial da sua progenitora, na qual permaneceu durante cerca de sete meses. Atualmente, refugia-se no dorso da mãe, colocando a cabeça no marsúpio sempre que necessita de mamar.

 

VEJA TAMBÉM: COMECE A MARCAR: IDEIAS DE PROGRAMAS PARA O DIA DO PAI

 

Com dez meses, a pequena fêmea já tem um padrinho: a Ordem dos Enfermeiros, que, sensibilizada pelos problemas que a espécie enfrenta no seu habitat natural, decidiu apoiá-la, contribuindo deste modo para a sua conservação.

 

Para o batismo da pequena cria, a Ordem dos Enfermeiros vai disponibilizar na sua página do Facebook  uma votação, que possibilita a escolha do nome ideal. Os três nomes propostos são de origem aborígene, seguindo a tradição estabelecida pelos zoos em todo o mundo. São eles: Bunji (amiga), Bouddi (coração) e Yooralla (amor). Veja o vídeo abaixo e veja com que nome ela se parece mais.

 

Mais informação sobre o koala:

– Proveniente das florestas de eucaliptos do leste e sudeste da Austrália, este mamífero é um herbívoro especialista: consome as folhas e os rebentos novos de apenas 20 espécies de eucalipto, das cerca de 700 existentes na Austrália.

– Conseguindo satisfazer todas as suas necessidades nutritivas com a ingestão das folhas de eucalipto, os koalas não bebem água. Na verdade, quando há a suspeita de alguma patologia, os tratadores colocam um tabuleiro de água na sua instalação – se beberem, significa que a sua saúde se encontra comprometida.

– Com uma pelagem macia muito característica, de cor cinzenta, mesclada na região dorsal e branca na região ventral do corpo, estes animais foram alvo de caça excessiva por desporto e para o comércio de peles, tendo ficado, no início do século XX, perto da extinção. Atualmente, graças aos esforços realizados para a sua conservação, a espécie tem vindo a recuperar, sendo atualmente classificada como “Vulnerável” pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

– O Jardim Zoológico colabora, desde 1991, no Programa de Conservação dos Koalas em Austrália em conjunto com o Zoo de San Diego (EUA). Deste modo, o Jardim Zoológico foi o primeiro Zoo Europeu a ter esta espécie sob os seus cuidados.

Artigo anterior

O bombom mais caro do mundo está em Óbidos

Próximo artigo

Está a preparar um jantar em casa? Veja estas dicas para bem receber