Home»BEM-ESTAR»CORPO»Ioga: Fortaleça os seus ossos enquanto relaxa

Ioga: Fortaleça os seus ossos enquanto relaxa

Do ponto de vista ortopédico, os movimentos desta prática permitem o fortalecimento dos ossos, músculos e ligamentos.

Pinterest Google+
PUB

Escolher o exercício físico perfeito para nós torna-se difícil quando existe uma panóplia de opções por onde escolher. No entanto, se o seu objetivo é estar simultaneamente ativo e relaxado, olhando pela saúde das suas estruturas ósseas, então o ioga poderá ser uma alternativa a ter em consideração, tendo em conta a multiplicidade de benefícios.

 

Do ponto de vista ortopédico, podemos verificar que os movimentos desta prática permitem o fortalecimento dos ossos, músculos e ligamentos, auxiliando o quadro clínico de doentes que vivem com dor crónica esquelética, por exemplo, aqueles que vivem com problemas na coluna vertebral.

 

Por outro lado, potenciam a coordenação motora, a resistência e a flexibilidade musculares, permitindo uma maior mobilidade do corpo, que vai ter repercussões na forma como se exercem as atividades do quotidiano, devido ao aumento de resistência, flexibilidade e tonificação do corpo. Os exercícios do ioga, que envolvem o equilíbrio, agilidade, coordenação e marcha, com treino propriocetivo e atividades multifacetadas, estão recomendados para pessoas de maior idade, para melhorar e manter a forma física, e assim diminuir o risco de quedas.

 

VEJA TAMBÉM: VAI INICIAR-SE NO YOGA? CONHEÇA OS VÁRIOS TIPOS

 

O ioga é ainda associado à melhoria da saúde mental, visto que as suas técnicas potenciam a libertação de endorfinas, as hormonas responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar, concedendo uma sensação de relaxamento do sistema nervoso.

 

Deste modo, este exercício irá contribuir para uma mente mais ativa, com menos problemas de memória e maior concentração. Além disso, as propriedades deste treino estão associadas à melhoria do sono, que irá ter repercussões positivas no fluxo de energia ao longo do dia.

Esta atividade física tem ainda efeitos em outras questões de saúde, como é o caso da redução dos riscos cardiovasculares, nomeadamente através da diminuição da pressão arterial, da frequência cardíaca e da melhoria do perfil lipídico.

 

Tome a iniciativa de experimentar esta atividade fortemente recomendada em várias especialidades médicas, como a Ortopedia e Traumatologia. No entanto, não se esqueça de envolver profissionais de saúde neste processo, já que nem todos os exercícios são sempre adequados a todas as condições clínicas.

 

Por Adélio Vilaça

Ortopedista e secretário-geral da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia (SPOT)

 

 

Artigo anterior

Comer ou não chocolate? Encontre o equilíbrio perfeito

Próximo artigo

O significado de sonhar com animais