Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Investigador francês descobre retrato escondido atrás da Mona Lisa

Investigador francês descobre retrato escondido atrás da Mona Lisa

Pascal Cotte estudou, durante mais de 10 anos, o quadro mais famoso do mundo e chegou à conclusão de a obra de Da Vinci mostra uma mulher que olha para fora do quadro e não tem o sorriso misterioso de Mona Lisa.

Pinterest Google+
PUB

O cientista Pascal Cotte estudou a pintura mais famosa do Mundo, durante mais de uma década, recorrendo a uma tecnologia de luz refletora, e acredita ter encontrado por trás do retrato a verdadeira Mona Lisa. Ou seja, a mulher que inspirou o quadro.

 

O investigador francês, considerado um especialista e pioneiro no uso da técnica conhecida como Método de Amplificação de Camadas (MAC), estuda a pintura desde 2004 no Museu do Louvre.

 

Recorrendo à MAC, Pascal Cotte projetou uma série de luzes intensas sobre o quadro, enquanto uma câmara anotava as medidas dos reflexos obtidos. A partir dessas medidas, Cotte alega que conseguiu reconstruir as diversas camadas do quadro.

 

«Agora podemos examinar exatamente o que está a acontecer dentro das camadas da pintura e podemos descascá-las todas como se fosse uma cebola. Podemos reconstruir toda a cronologia de criação da pintura», conta o especialista à BBC.

 

A identidade da mulher que inspirou a Mona Lisa foi alvo de uma investigação recente, que concluiu que se trata de Lisa Gherardini, a mulher de um comerciante de Florença.

 

Mas Pascal Cotte diz que esta «é totalmente diferente da Mona Lisa de hoje» e que o seu retrato está, na verdade, escondido atrás da mulher do sorriso enigmático que tanta gente aprecia no Louvre.

 

Esta teoria está, contudo, a levantar muita controvérsia e algumas dúvidas, pondo em causa um processo contínuo de evolução da pintura.

Artigo anterior

Leonardo DiCaprio e John Kerry unem-se no combate às alterações climáticas

Próximo artigo

Portugueses precisam de fazer mais exercício físico