Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Iniciativa incentiva à reciclagem nas praias portuguesas

Iniciativa incentiva à reciclagem nas praias portuguesas

30 dias, 30 praias, 940 km de costa. Estes são os números da campanha que hoje arranca e que, durante um mês, vai andar pelas praias do país a incentivar os banhistas a preservarem os ecossistemas marinhos. Estão previstas diversas atividades lúdicas e ações de limpeza.

Pinterest Google+
PUB

A Novo Verde, entidade gestora de resíduos de embalagens, lança uma iniciativa para sensibilizar os portugueses para a poluição dos mares e oceanos. “Reciclar é a Nossa Praia” é a campanha com presença em 30 praias de norte a sul do país, sensibilizando para a deposição correta dos resíduos, de forma a proteger um dos bens mais essenciais que possuímos, a água.

 

A iniciativa conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente e arranca no dia 21 de junho na praia de Afife, em Viana do Castelo, percorrendo depois mais de 940 km de costa até à praia de Monte Gordo, em Vila Real de Santo António, onde chegará no dia 24 de julho.

 

VEJA TAMBÉM: SAIBA O QUE OS OCEANOS REPRESENTAM PARA A VIDA NA TERRA

 

Em parceria com a associação sem fins lucrativos Sailors for the Sea Portugal, a Novo Verde pretende impactar em especial os mais jovens sobre os comportamentos que devem adotar de forma a evitarem que os seus resíduos de embalagens contaminem os ecossistemas marinhos.

 

Atividades lúdicas e pedagógicas

As sessões de educação e literacia ambiental serão compostas por diversas atividades lúdicas e pedagógicas. Em paralelo, a população será convidada a participar na atividade de limpeza das praias para garantir o tratamento adequado dos diversos resíduos recolhidos no areal.

 

Ao longo do percurso, a iniciativa vai contar, em algumas praias, com a presença de algumas personalidades ligadas ao mundo do surf, e por isso, com uma forte ligação com o mar.

 

Ricardo Neto, presidente da Novo Verde, adianta que «é essencial continuarmos a mobilizar os cidadãos para uma participação ativa no processo de tratamento e reciclagem de resíduos que não podem, de todo, ser abandonados indiscriminadamente, podendo contaminar os ecossistemas e a nossa saúde e prejudicar o ambiente, do qual fazemos parte».

 

O principal objetivo é frisar que os mares e oceanos são o destino de grande parte dos resíduos que não são depositados corretamente, substituindo esse comportamento por outros mais adequados, simples, fáceis e acessíveis.

 

Bernardo Corrêa de Barros, presidente da Sailors for the Sea Portugal, reconhece que «abraçar o projeto ‘Reciclar é a nossa Praia’ representa uma excelente oportunidade para a Sailors for the Sea Portugal, pois será possível abranger mais crianças e jovens para que, estes, possam ser agentes de mudança e alterar a triste realidade que o nosso Oceano enfrenta. Promover uma geração com maior consciência e capaz de tomar as medidas mais conscientes é um dos principais focos da nossa missão. Através de atividades lúdicas e educativas, vamos procurar semear em cada criança o sentido de responsabilidade que todos temos o dever de assumir para a proteção do Oceano e dos recursos marinhos».

 

 

Artigo anterior

Branco, de leite ou negro? Conheça a tabela nutricional do chocolate

Próximo artigo

Não deixe que as varizes estraguem o seu verão