Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»INEM alerta para os principais cuidados a ter com o frio

INEM alerta para os principais cuidados a ter com o frio

O Instituto Nacional de Emergência Médica recorda que a exposição a baixas temperaturas, no interior e no exterior, pode causar riscos sérios ou letais para a saúde.

Pinterest Google+

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) emitiu um conjunto de alertas sobre os cuidados a ter com o frio, avisando que crianças e idosos são os grupos particularmente vulneráveis.

 

Informação divulgada pelo Serviço Nacional de Saúde indica que o INEM adverte que quando as temperaturas estão muito baixas é importante que se mantenha quente e seguro. A exposição a baixas temperaturas, no interior e no exterior, pode causar riscos sérios ou letais para a saúde.

 

Permanecer em casa pode ser uma medida adequada a várias situações, mas também aqui poderá encontrar perigos vários que importa conhecer, alerta o INEM. Muitas casas estarão frias devido à falta de energia ou porque o sistema de aquecimento não é adequado à temperatura. Quando somos forçados a utilizar aquecedores e lareiras aumenta o risco de incêndio, bem como o de intoxicação por monóxido de carbono.

 

VEJA TAMBÉM: O FRIO CHEGOU: GUIA DE SOBREVIVÊNCIA A CONSTIPAÇÕES E GRIPES

 

Emergências médicas relacionadas com o frio

Hipotermia: Quando exposto a baixas temperaturas, o corpo perde calor mais depressa do que o que consegue produzir. O resultado é a hipotermia, ou seja, temperatura corporal excessivamente baixa, situação perigosa, pois a pessoa poderá não se aperceber da gravidade da sua situação e assim não fazer nada para a corrigir. Os sinais de alerta são pele muito vermelha  e fria e apatia nas crianças. Nos adultos, atenção aos tremore,  arrepios de frio e cãibras musculares, nas situações de hipotermia ligeira, e à confusão, sonolência, fala mais lenta, ou mesmo perda de consciência, nas situações de hipotermia mais grave.

 

Queimaduras pelo frio:  As queimaduras pelo frio são lesões causadas por congelação que provocam perda de sensibilidade e de cor nas zonas afetadas. Estas queimaduras atingem mais frequentemente o nariz, orelhas, bochechas, queixo, dedos das mãos e dos pés. Ao primeiro sinal de vermelhidão ou dor em qualquer zona da pele, saia do frio e proteja a pele exposta, alerta o INEM. Área da pele branca ou acinzentada ou pele invulgarmente firme ou cerosa pode indicar queimadura pelo frio.

 

Se notar necessitar de ajuda ligue para a Linha 808 24 24 ou o 112 para Emergência Médica.

 

Artigo anterior

As dietas detox pós-festas resultam? Nutricionista fala em poucas evidências

Próximo artigo

Astrologia e as crianças: Sol em Balança