Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Idosa que fazia escalada salva pela tecnologia que usava

Idosa que fazia escalada salva pela tecnologia que usava

Rita Wagner tem 78 anos e foi salva graças ao dispositivo de localização que a situou num pico em Red Rock Canyon, Las Vegas, que tentava escalar.

Pinterest Google+
PUB

Rita Wagner é uma escaladora de 78 anos que se feriu ao tentar escalar o pico Calico Tanks, na zona protegida de Red Rock Canyon, Las Vegas, EUA, e que foi salva recentemente por ter consigo um dispositivo de localização próprio para desportos ao ar livre.

 

O caso está a levantar curiosidade pela idade já avançada da mulher, por se aventurar a escalar um pico e por estar dotada das últimas tecnologias para este tipo de desporto.

 

Rita aproximava-se do pico quando caiu para trás depois de lhe caírem em cima umas pedras de arenito. A idosa partiu o cotovelo, feriu-se nas costas e sofreu lacerações graves.

 

Veja também: Destinos para viajar de balão

 

«Eu nunca saio sem o meu PLB (personal locator beacon, o dispositivo de localização), embora espere nunca ter de o usar. Recomendo a todos os escaladores de todas as idades e níveis a terem um consigo. Eu saio muitas vezes para fazer escalada sozinha, por isso tenho o PLB sempre na minha mala», declarou Wagner.

 

Rita diz que ainda está com dores, mas já a pensar no próximo objetivo: voltar este ano a escalar uma montanha de 4422 metros, que já escalou quatro vezes.

Artigo anterior

Ser uma líder carismática pode ser aprendido? Claro que sim!

Próximo artigo

Mulheres que fazem facelifts percecionadas como mais atraentes e bem-sucedidas