Home»FOTOS»Hormonas do stress aumentam à medida que o tempo aquece

Hormonas do stress aumentam à medida que o tempo aquece

A ideia de que o calor relaxa e o frio contrai é desafiada por um novo estudo levado a cabo na Polónia. Para além das normais flutuações de cortisol ao longo do dia, a equipa descobriu que existem também padrões sazonais nos seus níveis no organismo, e estes aumentam à medida que a temperatura sobe.

Pinterest Google+

Contrariamente ao que se pensa, não é o inverno, mas sim o verão, o período mais stressante para as pessoas, segundo um novo estudo realizado na Polónia e divulgado pela Associação Americana de Psicologia. À medida que a temperatura sobe, aumentam também os níveis de hormonas relacionadas com o stress no organismo, conclui uma análise levada a cabo por estudantes da Universidade de Ciências Médicas de Poznan.

 

O cortisol – frequentemente chamado de hormona do stress porque é libertado na corrente sanguínea durante situações stressantes – ajuda a regular os níveis de açúcar, sal e líquidos do organismo. A hormona ajuda a reduzir a inflamação e é essencial para manter a saúde no geral. Os níveis de cortisol estão normalmente mais altos pela manhã e diminuem gradualmente ao longo do dia. Os níveis são mais baixos à noite para manter padrões de sono saudáveis. Doença, falta de sono e certos medicamentos podem afetar os níveis de cortisol mais do que as flutuações diárias normais.

 

VEJA TAMBÉM: EIS PORQUE O STRESS PÕE AS PESSOAS DOENTES

 

Agora, a equipa de estudantes polacos descobriu que existem também padrões sazonais nos níveis de cortisol. Essas descobertas não-intuitivas contradizem os conceitos tradicionais de contração física do inverno e da vivencia mais relaxada no verão.

 

Os investigadores estudaram um grupo de estudantes de medicina do sexo feminino em dois dias separados no inverno e dois dias novamente no verão. A equipa recolheu amostras de saliva a cada duas horas durante cada período de teste – num ciclo completo de 24 horas – para medir os níveis de cortisol e marcadores de inflamação. Os voluntários preencheram um questionário de estilo de vida durante cada sessão de testes sobre seu horário de sono, tipo de dieta que seguiam e níveis de atividade física.

 

VEJA TAMBÉM: MUNA-SE DE ALIMENTOS QUE COMBATEM O STRESS

 

Estudos anteriores sobre a variabilidade sazonal do cortisol mostraram resultados inconsistentes – possivelmente porque os participantes foram testados nas suas próprias casas e não num ambiente uniforme. No estudo atual, no entanto, a equipa de pesquisa descobriu que os níveis de cortisol são mais altos nas datas de testes de verão. Os níveis de inflamação não se alteraram significativamente entre as estações, revela a Associação Americana de Psicologia.

 

O estudo ‘Ritmos diários e sazonais dos níveis de interleucina 6 e cortisol na saliva e alguns hábitos de vida dos estudantes de medicina na Polónia’ vai ser apresentado a 25 de abril, em San Diego, EUA, na reunião anual da Associação Americana de Psicologia.

 

Veja na galeria acima dez sinais de stress surpreendentes. Além dos sintomas de stress comuns, como dores de cabeça ou ataques de pânico, há sinais menos óbvios que se revelam no seu corpo e que deve conhecer.

 

 

Artigo anterior

Depilação com luz pulsada: DECO testou aparelhos domésticos e deixa conselhos

Próximo artigo

Sofre de depressão de segunda-feira? Antecipe-se e veja como a próxima já vai ser melhor