Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Hora do Planeta: hoje apague as luzes às 20h30

Hora do Planeta: hoje apague as luzes às 20h30

Esta iniciativa global convida todas as pessoas e entidades a desligarem as suas luzes durante uma hora, como apoio à proteção do ambiente. Em Portugal, vai acontecer entre as 20h30 e as 21h30, em vários municípios aderentes. Cristo Rei, Castelo de São Jorge, Torre de Belém e Mosteiro dos Jerónimos são alguns dos monumentos que vão ficar às escuras.

Pinterest Google+

Este ano, a 24 de março, às 20h30 em Portugal, milhões de pessoas em todo o mundo, cidades, vilas e edifícios emblemáticos participarão na Hora do Planeta, uma iniciativa global que visa mostrar apoio à ação ambientalmente sustentável.

 

Em Portugal, para além dos ‘apagões’ em edifícios emblemáticos, vai ser também assinalado com um passeio de bicicleta, em Lisboa e em Cascais. Em Lisboa, a Pedalada tem encontro marcado para as 18h30 no cruzamento da Av. Duque de Ávila com a Av. Da República, e em Cascais, frente à Câmara Municipal pelas 19h. Ambas irão terminar em frente às Câmaras Municipais das respetivas cidades, pelas 20h15, para o habitual ‘apagão’, que decorre entre as 20h30 e as 21h30, hora local. Os percursos são relativamente simples e serão acompanhados pela polícia.

 

VEJA TAMBÉM: PORQUE DEVEMOS SEMPRE PROTEGER OS MARES

Até ao momento, já aderiram ao movimento 81 municípios portugueses e confirmaram que vão apagar as luzes das fachadas (possíveis) os seguintes monumentos: Santuário Cristo Rei, Castelo São Jorge, Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos, Moinho das Castanholas, Moinho das Castanholas, Palácio do Infantado, Museu do Mar em Cascais, Castelo de Guimarães, de Pombal, de Silves e de Figueira de Castelo Rodrigo, Monumento Imaculado Coração de Maria (Praia Vitória), Santuário do Sameiro e do Bom Jesus, Torre do Relógio (de Vilda Alva, de Figueira da Foz e Pombal), Casa Amarela (Viseu), Palácio Visconde de Valdemouros, Ponte D. Maria, Convento S. Francisco (Santarém), Castelo Santa Maria da Feira, do Sabugal, de Vilar Maior, de Sortelha, de Bragança e de Abrantes, Ponte D. Luiz (Porto) e Sé, Museu Romano em Sicó, Fonte de Santa Catarina (Lajes do Pico), e muitos mais.

A Hora do Planeta é uma iniciativa global ambiental em parceria com a WWF (World Wide Fund For Nature). Indivíduos, empresas, governos e comunidades são convidados a desligarem as suas luzes durante uma hora para mostrarem o seu apoio à ação. A iniciativa teve início em Sidney, em março de 2007, tornou-se numa celebração mundial que já envolve mil milhões de pessoas em mais de oito mil cidades e vilas, 178 países e territórios, e conseguiu que mais de 12.700 monumentos desligassem as luzes. (Veja abaixo o vídeo oficial para 2018 – em inglês).


Como uma das primeiras campanhas acerca das alterações climáticas, a Hora do Planeta tem crescido a partir de um evento simbólico numa única cidade para o maior movimento do mundo em defesa do ambiente. Em Portugal, 145 municípios aderiram em 2017.

A missão da WWF é travar a degradação do ambiente natural do planeta e construir um futuro no qual os seres humanos vivam em harmonia com a natureza, pela conservação da diversidade biológica do mundo, garantindo que a utilização dos recursos naturais renováveis seja sustentável e promovendo a redução da poluição e do desperdício. Saiba mais aqui.

Artigo anterior

Tuberculose permanece como importante problema de saúde pública em Portugal

Próximo artigo

Estas técnicas prometem devolver a coragem e espírito de aventura aos homens