Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Homens também sofrem de depressão pós-parto

Homens também sofrem de depressão pós-parto

Quando falamos em depressão pós-parto, pensamos sempre nas mães, mas a verdade é que os pais também podem ficar afetados de alguma forma com o nascimento de uma criança, segundo um novo estudo apresentado na convenção anual da Associação Americana de Psicologia. Porém, os profissionais não estão preparados para identificar o transtorno no elemento masculino.

Pinterest Google+

Existe uma variedade de fatores que podem levar os novos pais a apresentarem sintomas de depressão pós-parto ou ansiedade, mas os mais comuns são a privação do sono, as necessidades constantes do recém-nascido ou o tempo longe do trabalho. Os novos pais muitas vezes sentem um conflito de género, caso tenham problemas em se confirmarem com o papel tradicional do pai imposto pela sociedade, e podem questionar-se se são pais competentes.

Uma das coisas que os homens podem fazer, segundo Singley, para ajudar a prevenir a depressão pós-parto é confiar nos amigos durante a gravidez e após.  «Os pais que mantêm sólidas redes de apoio social experimentam uma maior proteção contra os conflitos e as demandas associadas à paternidade, ao mesmo tempo que tem acesso a modelos de competência enquanto pai ou mãe», explicou o investigador do Centro para a Excelência Masculina em São Diego.

 

VEJA TAMBÉM: ALIMENTOS PARA COMBATER A DEPRESSÃO

 

Rosenquist e Singley pedem uma maior consciencialização sobre este problema e recomendam uma triagem regular de pais novos e futuros para a deteção de quaisquer sinais de depressão, especialmente se o pai ou a mãe tem algum histórico de problemas de saúde mental. «A triagem não é suficiente”, disse Rosenquist. «A triagem não distingue entre um transtorno depressivo maior, que às vezes requer tratamento com medicamentos, além de psicoterapia, e um transtorno de adaptação, que é tratado apenas com psicoterapia».

 

Mas mesmo com uma triagem, pode ser bastante complicado identificar quais são os homens com depressão pós-parto. Isto acontece, pois, os sintomas nos homens costumam ser diferentes daqueles que as mulheres sentem. «As mulheres são mais propensas a relatar sentimentos de tristeza ou choro frequente, enquanto os homens são mais propensos a se sentirem irritados e socialmente desconectados», explicou Sara Rosenquist.

Artigo anterior

POLPA, a moda portuguesa que nasce dos antigos teares manuais

Próximo artigo

Compatibilidade entre signos: Aquário vs Leão