Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Histórias que a pele conta: a leitura ayurvédica do rosto

Histórias que a pele conta: a leitura ayurvédica do rosto

Na Ayurveda, as nossas características e constituições inatas expressam-se também através do nosso corpo, e o mesmo é verdade para a pele. Quem vê caras não vê corações, contudo, pode apreciar a vitalidade do corpo através da observação de alguns sinais, e de determinadas zonas do rosto que revelam informação relevante sobre a saúde de órgãos específicos.

Pinterest Google+
PUB

Mapa do rosto

Cada parte do rosto está ligada a um órgão e também ao dosha associado (a constituição predominante da pessoa). A localização e os sintomas observados no rosto estão relacionados com possíveis gatilhos emocionais subjacentes.

 

A testa está ligada a Vata, e mais comummente a uma testa visivelmente seca, que gera a tendência a rugas profundas de desidratação, um sinal revelador de desequilíbrio de Vata. Os desequilíbrios de Pitta aparecem mais comummente ao redor do nariz e bochechas, com cor intensa ou vermelhidão, e nariz manchado (tendendo para a rosácea), são todos sinais de um desequilíbrio de Pitta. O Kapha está associado ao queixo, à mandíbula, ao pescoço e à área ao redor da boca – onde a pele tende a ser oleosa. O Kapha tende a produzir humidade e eventuais secreções nessas zonas, ficando a pele excessivamente oleosa.

 

A testa

A testa está ligada ao cólon – a sede do Vata – e também ao sistema nervoso. Se a pele tende a  quebrar nessa zona, pode haver um vínculo com a estagnação interna (por exemplo, uma obstipação contínua). As causas básicas mais comuns do desequilíbrio de Vata são emocionais – o medo, a preocupação e a ansiedade, – como quando a boca fica seca quando ficamos nervosos. O Vata, que é muito mais seco do que os outros dois doshas, pois é composto pelos elementos éter e ar, pode fazer com que o cólon seque, o que retarda a eliminação e diminui o relaxamento do cólon. Para cuidarmos desse desequilíbrio da pele é necessário libertar a preocupação, o medo e a ansiedade que estão na sua origem. A Meditação e o Yoga Nidra são práticas restauradoras lentas e calmantes, e são também importantes as refeições que aquecem, que sejam enraizantes e profundamente saciantes, e os banhos lentos e quentes que confortam e acalmam o Vata.

 

Linhas horizontais profundas na testa podem indicar para além da preocupação excessiva,  também um excesso de açúcar ou água. Na Ayurveda, a água não é digerida se for engolida em quantidades excessivas – ela flui simplesmente pelo corpo, e essa lavagem contínua pode deteriorar algumas de nossas vitaminas e minerais, e diminuir os níveis de sal e eletrólitos do próprio corpo. Na Ayurveda, bebe-se água morna com as refeições e bebe-se água morna antes de de se ficar com sede. Evitam-se os líquidos depois de comer, pois diluem os sucos digestivos e abrandam a digestão. Evita-se beber grandes quantidades de água em curtos espaços de tempo, assim como se evita beber água fria ou gelada. A água está sempre à temperatura ambiente, ou mais quente, e é bebida em quantidades moderadas, ou bebericada regularmente.

 

Olhos

Os olhos estão ligados aos rins e também às costas. Manchas pretas ou castanhas nos olhos podem indicar funcionamento impróprio dos rins, como o acumulo de toxinas no corpo por se evitar urinar na hora certa. Os olhos vermelhos podem indicar problemas nas costas ou ser um sinal de dor nas costas que foi negligenciada por um tempo. Pode ser um bom momento para experimentar um bom sumo desintoxicante, como limão e água com mel, tomado logo de manhã todos os dias. Prestar atenção a quaisquer dores nas costas, e perceber se essa pode ser a razão dos olhos vermelhos, ou se é apenas uma falta de sono ou uma alergia ao pó.

 

Sob os olhos

A área em forma de meia-lua sob nossos olhos está ligada aos rins e ao fígado. Se essa área tiver um tom azulado, isso significa que os níveis de fluido no corpo estão em baixa proporção, e pode ser sinal de desidratação. Isso também acontece quando a pessoa trabalha muito, e foca-se num ecrã por horas, por exemplo, e também quando bebe muito café. Uma coloração mais acastanhada nessa área indica um fígado stressado devido ao consumo de álcool, ingestão de alimentos pouco saudáveis e também falta de sono e de descanso. É importante manter-se hidratado bebendo mais água. Dar um toque especial à água ingerida, adicionando algumas fatias de limão ou pepino, ou manter-se hidratado com algumas frutas frescas ou sumos de vegetais. Certificar-se de dormir o suficiente à noite e, de tirar algum tempo durante o dia para descansar um pouco.

 

O nariz e as bochechas

O nariz e as bochechas estão ligados ao intestino delgado – a fonte do nosso fogo digestivo interno, e do Pitta. Os gatilhos emocionais subjacentes estão mais frequentemente ligados ao “fogo”, como a raiva, a frustração, o excesso de competitividade e o ciúme. Se houver muita vermelhidão na pele, é importante restabelecer o equilíbrio e adotar formas de arrefecer a pele,  a mente e o corpo. Reduzir a ingestão de sabores que aumentam o fogo (ácido, picante e salgado), desacelerar a vida, priorizar o descanso, escolher atividades colaborativas e suaves, ouvir música calma e ler poesia gentil. Procurar arrefecer tudo – o temperamento, a dieta, o ritmo de vida, e nos cuidados com a pele, afastar-se dos ácidos (naturais ou não) e peelings, pois podem ser agravantes para peles já sensibilizadas.

 

O nariz e as narinas estão ligados aos pulmões e, também ligados à bexiga e às costas. Se as narinas estão vermelhas e um pouco inchadas, talvez até com um pouco de prurido, então pode haver um excesso de muco nos pulmões. Isso pode ser causado pela ingestão de muitos laticínios, e é um sinal de alguma alergia, ou que um resfriado que se aproxima, ou até mesmo outras doenças. Se o nariz estiver vermelho sem motivo aparente, também pode ser um sinal de dor nas costas ou inflamação da bexiga. Para aliviar estes sintomas pode-se começar por inalar vapor pela manhã ou antes de dormir. Ajuda adicionar também algumas gotas de óleo essencial de eucalipto ou de árvore do chá à água vaporizada para que as propriedades antibacterianas possam entrar nos pulmões e exercer a sua magia de cura. Da mesma forma, beber muita água morna com mel, pois pode ajudar no tratamento de infeções da bexiga. Cuidar da dor nas costas e, se for o caso, massajar suavemente com 2 gotas de óleo essencial de eucalipto.

 

As áreas sensíveis, vermelhas e doridas no centro das bochechas podem estar relacionadas com distúrbios digestivos, e também com a congestão dos seios nasais. O nariz também está ligado ao coração e ao sistema circulatório. Na Ayurveda, quando a ponta do nariz está vermelha, pode indicar que o coração tem que trabalhar muito, o que pode ser consequência de uma vida  focada no ‘fazer’ – continuamente na correria e na competição, e sem tempo para recuperar o fôlego -, ou pode ser que o coração esteja sobrecarregado de outras formas: a pessoa pode estar continuamente a dar e a derramar amor e energia sobre aos outros, e sinta que recebe pouco de volta. Neste caso é importante reavaliar, desacelerar e pensar profundamente sobre a importância de se colocar em primeiro lugar na Vida.

 

As maçãs do rosto estão diretamente associadas aos sinus, enquanto as bochechas estão conectadas aos dentes ou gengivas. Quando existe tendência à acne na parte superior das bochechas, isso pode ser um sinal de que existem problemas nos pulmões ou nos seios nasais, e pode também ser um sinal de toxinas acumuladas no corpo, excesso de calor, falta de água, excesso de óleo ou detritos acumulados nos poros. No entanto, se surgirem erupções na parte inferior das bochechas, elas geralmente estão relacionadas a certos tipos de irritação ou problemas nos dentes ou gengivas.

 

Experimentar vaporizar um pouco de água quente pura logo pela manhã para limpar os pulmões e os seios nasais, e abrir esses poros, para que possam libertar as toxinas. Depois disso, enxaguar o rosto com água fria em temperatura ambiente e limpá-lo delicadamente. Quanto às borbulhas na parte inferior da bochecha, pode-se começar por enxaguar a boca com vinagre de maçã, observando a higiene oral, ou visitando um dentista para ver se há algum problema nos dentes ou gengivas desconhecido.

 

Boca, Queixo e Pescoço

Estas áreas estão ligadas ao peito e ao estômago e são a sede do Kapha. As causas emocionais subjacentes mais comuns dos sintomas que podem aparecer aqui são a tristeza (desequilíbrios nos pulmões/tórax, comummente relacionados com a tristeza), baixo astral, depressão e medo da mudança (por exemplo, ligações doentias).

 

A boca e os lábios estão correlacionados com o sistema digestivo: estômago, intestino delgado e grosso, baço e rins. Se o lábio inferior estiver saliente ou inchado, o cólon pode ser lento. Além disso, o lábio superior vermelho e rachado indica muita acidez estomacal. Lábios de aparência amarelada podem significar má digestão, enquanto lábios de cor mais escura podem indicar funcionamento insuficiente do baço e dos rins. Da mesma forma, úlceras nos lábios ou dentro da boca podem ser um sinal de desequilíbrio do ácido estomacal e azia.

 

As manchas nos lábios podem ter várias causas subjacentes – se as manchas forem brancas, isso pode indicar um parasita do cólon, se descoloridas, arroxeadas ou azuladas, a circulação é impedida de alguma forma, o que pode ser devido à obstipação contínua. A melhor forma de determinar o que está a acontecer no cólon é encontrar um especialista, um nutricionista ou um médico ayurvédico. Os testes funcionais – que testam as fezes em busca de parasitas e desequilíbrios e, que em seguida a informação é usada para “reconstruir” o intestino com probióticos, ervas e suplementos direcionados – são incrivelmente valiosos e eficazes. De qualquer forma os médicos ayurvédicos trabalham de uma forma mais holística, lidando com as causas desta vulnerabilidade.

 

Para uma boa limpeza digestiva, beber um pouco de limão quente e água de açafrão após a principal refeição do dia. Experimentar também comer mais alimentos com probióticos, como iogurte, pois eles adicionam a quantidade de bactérias boas ao sistema digestivo e trazem-no de volta ao funcionamento normal. Beber um copo de iogurte misturado com água, sal dos Himalaias e sementes de cominhos é uma delícia para curar a maioria dos problemas digestivos, incluindo acalmar a azia.

 

O queixo está associado às nossas hormonas, sangue, digestão e, nas mulheres, aos seus órgãos reprodutivos femininos. Desequilíbrios hormonais e alterações sanguíneas podem causar acne na região do queixo. É por essa razão que as mulheres podem ter o surgimento de algumas borbulhas nessa zona, por altura da menstruação, já que o útero e os ovários estão a preparar-se ou a mover as hormonas necessárias para o ciclo menstrual. Além disso, a pele seca e descamação no queixo também podem indicar problemas de digestão.

 

Ajuda beber um pouco de sumo de espinafres com uma pitada de açafrão e uma pitada de limão, ou comer alguns alimentos ricos em magnésio, como folhas verdes, se o queixo estiver seco ou quando estiver próximo do próximo ciclo menstrual. Este é um remédio popular para ajudar a reduzir as cólicas menstruais, manter as hormonas e, inevitavelmente, o humor sob controle. Comer um pouco de chocolate amargo sempre pode ajudar a melhorar o humor quase instantaneamente e fornecer as vitaminas ricas necessárias para que as células funcionem e equilibrem-se.

 

Pele

A pele é o maior órgão do corpo e, portanto, está associada igualmente ao resto das partes do corpo. Estas partes estão conectadas ao coração, pulmões, fígado, rins, baço e estômago.

 

Se a pele está com um tom um pouco esverdeado, pode ser porque o fígado esteja a funcionar menos bem ou esteja a enfraquecer. Da mesma forma, quando a pele fica muito avermelhada, para além de ser uma possível queimadura de sol, erupção cutânea ou até congelamento, pode ser um indicador direto de doença cardíaca ou hipertensão. Se a pele parecer mais pálida ou mais branca do que o normal pode significar que os pulmões estão em deficit, e quando parece mais escura pode indicar que os rins estão mais fracos ou com alguma disfunção. A pele amarelada, além de ser um sinal direto de icterícia, indica um baço insalubre e um estômago em deterioração.

 

Ajuda fazer uma boa desintoxicação do fígado, especialmente reduzindo a ingestão de álcool, açúcar e cafeína, o que também ajudaria naturalmente a melhorar o coração e outros órgãos, especialmente se for acompanhado de alguns exercícios simples de respiração e de cardio. Consumir mais alimentos ricos em vitamina E, como o abacate, e alimentos antioxidantes, como frutas vermelhas, chá verde e um copo de vinho ocasional. No geral, certificar-se de beber muita água e de comer mais alimentos crus e frescos.

 

 

O nosso rosto muito para além de exprimir as nossas emoções, é também um espelho da nossa saúde, pelo que observá-lo com atenção pode ser uma forma de ativar a prevenção e os cuidados necessários para o nosso equilíbrio. Para um diagnóstico mais preciso dos sintomas e sinais é aconselhável consultar um médico ou terapeuta ayurvédico, ou outro profissional de saúde certificado.

Artigo anterior

Teleféricos: uma viagem pelas alturas em Portugal

Próximo artigo

Corpo esculpido: os melhores diuréticos naturais para um corpo delineado