Home»GLAMOUR»MODA»Hermès em conversações com Jane Birkin

Hermès em conversações com Jane Birkin

Depois de a cantora ter anunciado que queria o seu nome retirado da mala de pele de crocodilo vendida pela marca de luxo, a Hermès disse que está em conversações com a atriz para resolverem a situação

Pinterest Google+
PUB

No mês passado, a Hermès foi surpreendida pelo pedido da cantora Jane Birkin, de 68 anos, para ter o seu nome removido de um dos artigos de luxo mais exclusivos do mundo e um dos best-sellers da marca, por acreditar que a pele de crocodilo usada no fabrico da mala Birkin resulta de práticas de criação e execução “cruéis”.

A decisão foi tomada depois da atriz ter visto um vídeo apresentado pela associação de defesa dos direitos dos animais PETA, onde répteis vivos eram esfolados e abertos numa quinta do Texas que é um dos fornecedores de pele de crocodilo da Hermès para a produção da famosa mala Birkin, que custa cerca de 20 mil euros.

Na passada sexta-feira, a marca apresentou os resultados das vendas do primeiro semestre e Axel Dumas, chefe executivo, explicou que a Hermès está em conversações com Jane Birkin: «Temos uma relação de confiança e amizade com Jane Birkin», disse «Há muita emoção do lado dela e do nosso lado mas ainda nos encontramos».

Dumas garantiu que não há advogados envolvidos nas conversações e explicou que assegurou à atriz que a Hermès está a levar a cabo uma investigação sobre as práticas dos seus fornecedores e que está a tentar impor regras éticas mais apertadas no que diz respeito ao tratamento dos crocodilos a todos os seus fornecedores.

A mala Birkin é um dos artigos da marca mais procurados, em parte devido ao facto da Hermès produzir menor quantidade do que a que os clientes procuram, obrigando a listas de espera de mais de um ano.

Por Joana de Sousa Costa

Artigo anterior

Angelina Jolie contra a solidariedade paga

Próximo artigo

Rock in Rio promove leilão de guitarras autografadas