Home»VIDA»CARREIRA»Happy Awards vão felicitar empresas felizes

Happy Awards vão felicitar empresas felizes

Estudos científicos comprovam que a felicidade contribui para a resolução de problemas físicos e psicológicos motivados pelo trabalho.

Pinterest Google+
PUB

A ConsumerChoice lança os Happy Awards que têm como objetivo avaliar o bem-estar e a felicidade das organizações, auscultando não só colaboradores, mas também clientes e fornecedores.

 

Estudos científicos comprovam que a felicidade contribui para a resolução de problemas físicos e psicológicos motivados pelo trabalho, para a redução do absentismo e aumento da produtividade.

 

Há, portanto, uma preocupação generalizada com o aumento do FIB – Felicidade Interna Bruta por parte das organizações, razão que motivou o desenvolvimento dos Happy Awards pela ConsumerChoice, promotora da Escolha do Consumidor e certificada com ISO 9001, com o intuito de premiar organizações que já investem na felicidade e motivar outras a elevar os seus índices de felicidade internos.

 

VEJA TAMBÉM: ESTRATÉGIAS PARA ACABAR COM A DESMOTIVAÇÃO NO TRABALHO

 

Qualificar a felicidade

Os Happy Awards são um sistema inovador de qualificação da felicidade nas organizações que se diferencia por uma avaliação 360º, que não se limita à relação da organização com os colaboradores, incluindo, por isso, também a relação com os clientes e fornecedores.

 

Ao participar nos Happy Awards, as organizações são posicionadas, de forma credível, como promotoras da felicidade, e beneficiam ainda de um conjunto de dados qualitativos que poderão ser utilizados estratégica e transversalmente por várias áreas da organização, nomeadamente a Gestão, Comercial, Recursos Humanos, Marketing e Inovação.

 

“Sentimos a necessidade de trazer este tema para agenda, através deste prémio, porque a felicidade e o bem-estar das organizações são já um critério de sustentabilidade económica e afeta todos os players da economia. Acreditamos que no futuro este índice terá a mesma importância que os recursos financeiros ou humanos”, salienta Teresa Preta, diretora-geral da ConsumerChoice.

 

Podem candidatar-se empresas, universidades, câmaras municipais e outras organizações privadas ou públicas, através do site www.happy-awards.com, até dia 30 de novembro.

 

 

 

Artigo anterior

Poupança: estratégias para fazer um mealheiro até ao verão

Próximo artigo

As Três Gunas do Ayurveda