Home»GLAMOUR»MODA»Há uma marca portuguesa de sapatilhas que dá ananás aos seus pés e… quer mudar o mundo

Há uma marca portuguesa de sapatilhas que dá ananás aos seus pés e… quer mudar o mundo

A Threeland Shoes diz que não é apenas uma marca de calçado 100% vegan que usa apenas materiais reciclados e sustentáveis na sua produção, mas também um movimento geracional. A nova insígnia quer lutar por um planeta mais limpo e, na peugada, combater a fome no mundo, doando o equivalente a três refeições infantis na venda de cada par de sapatilhas.

Pinterest Google+
PUB

A Threeland Shoes não quer ter o mundo aos seus pés. Pretende apenas que cada pequeno passo nosso reflita duas preocupações de cidadania comprometida e sustentável. E é por isso que o modelo Vitamin Zero da marca é 100% vegan, concebido com fibras das folhas de ananás, plástico de garrafas resgatadas do mar e outras microfibras biológicas suaves, que imitam o toque da camurça.

 

Para além disso, cerca de 70% dos materiais que compõem a sola do modelo provêm de fontes renováveis. O interior do calçado é antibacteriano e anti-odores e a elasticidade é uma das suas características de conforto.

 

VEJA TAMBÉM: COMPRAR EM SEGUNDA MÃO: UM CAMINHO PARA UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL

 

Com calcanhar rebatível, cordões elásticos e palmilha amovível, o design é simples e confortável, «feito para durar e, o mais importante, sem género, isto é, feito para todos, variando apenas em tamanho e cor, para que possa ser comprado e mantido por muito tempo», como explica André Oliveira, o fundador da Threeland.

 

Mas porquê Threeland? Por causa do compromisso de três gerações da marca. «Começa com as suas ações, que se tornarão valores para os seus filhos e um verdadeiro legado para os filhos dos seus filhos. Ao fazermos escolhas conscientes para nós próprios, e para aqueles que amamos, estamos a mostrar-lhes o que realmente importa. É por isso que, a Threeland Vitamin Zero não é um sapato vulgar. É um movimento», explica o empresário.

 

VEJA TAMBÉM: JOVENS PORTUGUESES LANÇAM PLATAFORMA DE RECOLHA, COMPRA E VENDA DE ROUPA EM SEGUNDA MÃO

 

Da sustentabilidade do planeta ao sentimento de pertença a uma comunidade global foi um passo, daí que, por cada par de sapatilhas vendido, a nova marca faça ponto de honra doar 1,5€ à causa da fome, o suficiente para três refeições infantis.

 

O primeiro modelo da marca já tem protótipo, e a logística comercial está em fase de montagem. A ideia é avançar rapidamente para a produção (já assegurada) e comercialização. O centro de operações está localizado em Castelo de Paiva. Mas o sucesso da empreitada depende, também, de cada um de nós. A marca tem a correr a campanha de lançamento do projeto na plataforma de crowdfunding Indiegogo.

 

 

 

 

Artigo anterior

Praias de nudismo em Portugal (para se por literalmente ao fresco)

Próximo artigo

Qual a forma certa de viver?