Home»FOTOS»Gourmet Experience e Underdogs Gallery criam mostras temporárias de artistas de arte contemporânea

Gourmet Experience e Underdogs Gallery criam mostras temporárias de artistas de arte contemporânea

O espaço gastronómico do El Corte Inglés, em Lisboa, arranca com uma programação para enriquecer os finais de tarde e serões, com várias atuações e exposições de vários artistas portugueses emergentes. Todas as atividades são de entrada livre

Pinterest Google+
PUB

O Gourmet Experience, localizado no piso 7 do El Corte Inglés Lisboa, inaugura hoje uma programação que vai trazer música e arte a este espaço que reúne alguns dos mais reconhecidos chefs nacionais, como José Avillez, Henrique Sá Pessoa e Kiko.

 

Com curadoria de Tristana Esteves Cardoso, a nova programação fica marcada pela inauguração da exposição pop-up do artista Mário Belém, hoje às 18h30, com um cocktail. O artista estará presente para explicar e desmistificar as suas obras, que ficarão em exposição no Gourmet Experience.

 

VEJA TAMBÉM: MENU DA ÚLTIMA CEIA RECRIADO PELO CHEF RUI PAULA

 

A exposição das obras do artista português surge no âmbito da parceria estabelecida entre o Gourmet Experience e a Underdogs Gallery, no sentido de promover a democratização da arte com o início de pequenas mostras temporárias no espaço, com peças de artistas contemporâneos e urbanos.

 

Dia 12 de abril, às 22h00, Pedro Tantanka, vocalista do grupo The Black Mamba , sobe ao palco e apresenta algumas músicas do novo projeto a solo que será lançado em breve.

 

VEJA TAMBÉM: QUER PASSAR UMA NOITE COM A MONA LISA NO MUSEU DO LOUVRE?

 

 

Mário Belém

O artista português Mário Belém (n. 1977) trabalhou durante vários anos como ilustrador digital e designer gráfico, mas a vontade de voltar a sujar as mãos com tinta e focar-se no seu trabalho artístico provou ser mais forte. Hoje trabalha tanto os pequenos formatos que desenvolve no atelier como os murais em grande escala que lhe valeram um lugar de destaque na crescente cena da arte urbana portuguesa. Nos últimos anos tem vindo a solidificar uma linguagem marcadamente própria – colorida e espirituosa –, onde justapõe com frequência a imagem e a palavra, compondo narrativas visuais de contornos mágicos que assentam num equilíbrio entre o familiar e o inusitado e que exploram vários temas inerentes à comunicação, à cultura popular e à condição humana presente.

 

Pedro Tatanka

Natural de Sintra e dono de um carisma e de uma voz inconfundíveis, Tatanka tornou-se conhecido como o vocalista de uma das mais bem-sucedidas bandas portuguesas da atualidade – The Black Mamba. Em 2016 iniciou a carreira a solo, num registo mais pessoal e de regresso às suas raízes, contando histórias e apresentando temas originais em português. “Alfaiate” e “De Alma Despida” foram os primeiros temas apresentados, em maio de 2017. Tatanka encontra-se agora a finalizar o seu álbum de estreia.

 

 

Artigo anterior

Menu da Última Ceia recriado pelo chef Rui Paula

Próximo artigo

Ayurveda e o pós-parto: o nascimento da mãe equilibrada