Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Gosta de engenharia irreverente? Estas são as pontes amovíveis mais incríveis da Europa

Gosta de engenharia irreverente? Estas são as pontes amovíveis mais incríveis da Europa

Se gosta de ver como o homem consegue formas imaginativas de superar obstáculos, esta galeria é para si. São pontes que se partem literalmente ao meio, que se levantam ou que se desviam para servir diferentes funções: deixar passar peões, carros ou barcos.

Pinterest Google+

Ponte Millennium de Gateshead, Inglaterra – Esta ponte para peões e ciclistas atravessa o rio Tyne, entre Gateshead e o cais de Newcastle. Inaugurada para uso público em 2001, a estrutura premiada foi concebida e projetada pelo arquiteto Wilkinson Eyre e pelo engenheiro estrutural Gifford. A ponte às vezes é referida como a ‘ponte do olho que pisca’ devido à sua forma e ao seu método de inclinação.

 

Ponte Slauerhoffbrug, Leeuwarden, Holanda –  Esta é uma ponte de báscula totalmente automática que usa dois braços para movimentar uma seção de estrada. Esta ponte móvel também é conhecida como Drawbridge. Um dos principais designers é Emile Asari. O convés tem 15 m por 15 m e está pintado de amarelo e azul, as cores da bandeira de Leeuwarden.

 

VEJA TAMBÉM: OS MAIS BELOS CASTELOS DA ALEMANHA

 

Ponte Jacques Chaban-Delmas, Bordéus, França – Esta uma ponte de elevação vertical sobre o rio Garonne. Foi inaugurada a 16 de março de 2013 pelo presidente François Hollande e Alain Juppé, presidemne da câmara de Bordeus. Tem 110 m de comprimento. Desde 2013 que é a ponte de elevação vertical mais longa da Europa.

 

Ponte da Biscaia, Bilbau, Espanha – Esta é uma ponte de transporte concebida, desenhada e construída pela iniciativa privada entre 1887 e 1893, que une as duas margens da ria desta cidade espanhola. Foi inaugurada em 1893, sendo a primeira de seu tipo no mundo. Aponte també é chamada de “Ponte Pênsil”, “Portugalete”, “Guecho” e “Bilbao”. Também chamada de “Ponte Palácio” em homenagem a seu arquiteto, Alberto Palácio. A ponte liga a cidade de Portugalete com o bairro de Las Arenas, A sua construção foi devida a uma necessidade de unir os balneários existentes nas margens do rio, destinados à burguesia industrial e aos turistas do final do século XIX.

 

River Hull Footbridge, Hull, Inglaterra – Esta é a primeira ponte que transforma os peões em passageiros, ao movimenta-se para deixar passar os barcos com as pessoas em cima. Toda a sequencia demora apenas dois minutos a abrir ou fechar.

 

VEJA TAMBÉM: COMECE A PLANEAR: CIDADES EUROPEIAS PARA UMA ESCAPADELA EM 2019

 

Ponte Hörn, Kiel, Alemanha – É uma ponte basculante de três segmentos com uma extensão principal de 25,5 metros que se dobra na forma da letra “N”. A ponte foi construída em 1997.
Muitos residemts eram céticos quanto ao design. Houve repetidas falhas do mecanismo após o arranque, mas hoje a ponte é aceite como uma obra-prima técnica e tornou-se numa atração turística.

 

Ponte Foryd Harbour, Rhyl, País de Gales – A ponte pedestre é composta por dois braços que se levantam para dar passagem aos barcos que navegam no canal. Ao centro um mastro de aço tem cerca de 50 metros de altura.

 

Ponte submersível no Canal de Corinto, Grécia – Construído entre 1881 e 1893, o Canal de Corinto é considerado uma grande conquista técnica para o seu tempo. Embora o canal evite a viagem de 700 km ao redor do Peloponeso, é muito estreito para os cargueiros modernos do oceano, pois só pode acomodar navios com uma largura de até 16,5 metros.

Artigo anterior

Natureza terapêutica: 15 plantas que vão melhorar a sua vida

Próximo artigo

Aprenda a confecionar pratos alentejanos no Convento do Espinheiro