Home»GLAMOUR»BELEZA»Gluteoplastia: glúteos perfeitos

Gluteoplastia: glúteos perfeitos

A gluteoplastia consiste na colocação de próteses de silicone na parte superior do sulco interglúteo onde o médico alcança o músculo. Tem a vantagem de se conseguir exatamente a forma e o volume pretendidos.

Pinterest Google+

O aumento de glúteos através de cirurgia tem tido uma procura tanto por parte de mulheres como de homens. Habitualmente são pessoas preocupadas com a sua aparência e o seu físico e que pretendem uma harmonia corporal que ainda não alcançaram. Almejam então obter uns glúteos mais volumosos ou equilibrados com a sua estrutura corporal.

 

O objetivo de conseguir uns glúteos mais definidos e salientes pode ficar comprometido, quer por uma questão de falta de tempo para o exercício físico ou mesmo por um limite genético que condiciona o resultado apesar da prática de exercício.

 

A gluteoplastia consiste na colocação de próteses de silicone na parte superior do sulco interglúteo onde o médico alcança o músculo. Tem a vantagem de se conseguir exatamente a forma e o volume pretendido já que, consoante o objetivo dos pacientes, existem dois formatos mais utilizados: ovais e redondos.

 

A cirurgia de prótese de glúteos tem uma duração média de uma hora e necessita de uma noite de internamento e aproximadamente 15 dias de recuperação. Neste pós-operatório o repouso é bastante importante e as incisões são feitas na zona entre as nádegas o que as tornará impercetíveis.

 

Após 2 meses os pacientes podem retomar a atividade física e os resultados da gluteoplastia são percetíveis logo após a cirurgia e estabilizados entre os 3 e os 6 meses posteriores da data da cirurgia.

 

A cirurgia de aumento de glúteos torna-se numa excelente solução para quem pretende glúteos arredondados e definidos que, com o avanço da tecnologia permite um resultado mais natural e, acima de tudo, mais seguro para a saúde dos nossos pacientes. É um procedimento cujos resultados, nas condições certas, poderá ser vitalício, ou seja, perdurar uma vida inteira.

 

Por vezes, para um resultado geral otimizado, quando os pacientes têm gordura a mais na zona abdominal ou mesmo nos flancos, poderemos remover essa gordura através de lipoaspiração e realizar um aumento de glúteos só com gordura. Há quem conheça esta técnica por BBL (Brazilian Butt Lift). Tem a característica de ser um resultado natural e com a nossa própria gordura, ou seja, sem risco de rejeição.

 

Recentemente tenho conjugado estas duas formas de aumentar os glúteos. Utilizo a gordura para colocar à volta dos implantes de glúteos para preencher não só a nádega mas também a anca. Desta forma, não só aprimoramos as zonas envolventes ao esculpi-las, como acabamos por dar mais destaque aos glúteos e aproveitar um produto do próprio organismo da pessoa.

 

Nunca é demais reforçar que se informe sobre o todo o procedimento e respetivo pós-operatório e, claro, sobre o cirurgião-plástico com quem pretende avançar para uma cirurgia.

Artigo anterior

Pequenos passos para se tornar mais perspicaz

Próximo artigo

Miomas uterinos: o que deve saber