Home»GLAMOUR»BELEZA»Ginástica facial: mantenha a juventude do rosto com alguns exercícios

Ginástica facial: mantenha a juventude do rosto com alguns exercícios

O primeiro impulso é comprar cremes, mas bastam dez minutos por dia para trabalhar todos os músculos da face de forma a conseguir uma pele mais luminosa, elástica e jovem. Quem o diz é a terapeuta Sónia dos Santos, no livro ‘Ginástica facial. Um plano completo de exercícios para um rosto jovem, radiante e saudável’. Veja alguns exercícios de seguida.

Pinterest Google+
PUB

ROSTO INTEIRO: Este exercício servirá de aquecimento bem como de relaxamento após a realização dos exercícios. Toda a musculatura da face é trabalhada ao mesmo tempo. Como fazer? Coloque as mãos uma de cada lado do seu rosto e molde-o, sentindo toda a arquitetura da sua cara. Pode mesmo fechar os olhos para uma melhor perceção. Sinta o calor das suas mãos em contato com a sua cara, permaneça um pouco (cerca de cinco segundos) e seguidamente faça pressão como se estivesse a «esmagar» o rosto. Mantenha durante cinco segundos e respire fundo. Repita dez vezes. Veja as imagens na galeria acima.

 

TESTA: Os músculos frontais são os estimulados. Quanto mais fortes são, mais suave e mais firme será a aparência da testa. Este exercício evita que as rugas da testa fiquem marcadas e relaxa a parte superior do rosto até às têmporas. Como se faz? Em frente a um espelho com a cabeça erguida e os ombros relaxados, levante a testa em direção à linha do cabelo. Repita dez vezes. Ao executar este movimento, deve sentir as sobrancelhas a subir e após algumas repetições deve igualmente sentir a força exercida nas suas orelhas.

 

CANTO EXTERNO DOS OLHOS: Os músculos temporais são os trabalhados. Estes músculos de maior proporção fazem fronteira com a mandíbula e os olhos, subindo até às têmporas. Quando ativados, elevam os cantos dos olhos, proporcionando mais vitalidade e juventude ao olhar. Este exercício pode mesmo eliminar os típicos «pés de galinha». Como fazer? Em frente a um espelho e com os dedos apoiados nas têmporas de forma a ter melhor perceção do trabalho do músculo, contraia os temporais, sentindo a tensão no canto externo dos olhos e na mandíbula. Repita dez vezes com curtos intervalos.

 

BOCHECHAS: Os músculos masséter são responsáveis pela mastigação e são assim estimulados. Ativamo-los quando cerramos os dentes. Apoiam a parte do meio do rosto e têm um papel fundamental na fisionomia da cara. Ao fazer este exercício, vai sentir um aumento significativo no tónus muscular. Como fazer? Com os lábios relaxados, cerre os dentes inferiores contra os dentes superiores com intensidade, durante oito segundos. Vá aliviando a pressão lentamente fazendo-o nos oito segundos seguintes. Repita dez vezes.

 

CONTORNO DOS LÁBIOS: O músculo orbicular da boca é aqui estimulado. Este músculo circunda os lábios e ajuda a torná-los mais espessos. É tão poderoso que pode redefinir o sorriso. Este exercício preenche a área ao redor dos lábios. Ajuda a apagar as linhas finas e as rugas ao redor da boca. Como fazer? Em frente a um espelho, observe a sua boca com cuidado. Com força, tente achatar o interior das bochechas para as gengivas como um movimento de sugar e, em seguida, pressione firmemente os lábios. Os dentes da arcada superior devem descansar sobre os dentes inferiores. No entanto, a mandíbula não deve exercer pressão. Exagere no movimento. Mantenha esta posição durante oito segundos e vá aliviando a pressão lentamente nos oito segundos seguintes. Repita dez vezes.

 

ASAS DO NARIZ: O músculo levantador comum do lábio superior e da asa do nariz são os estimulados. Ligados às asas do nariz, estes músculos apertam a área onde as pregas nasolabiais aparecem em cada lado da boca. Este exercício suaviza os vincos nasolabiais, também conhecido por «bigode chinês». Também reduz as «linhas de marionete» que se encontram nos cantos da boca e formam uma linha até à base do queixo. Como fazer? Crie tensão nas asas do nariz para baixo. Lentamente, vá abrindo a boca para que o lábio superior se estenda ao longo da gengiva. Mantenha esta posição durante oito segundos e vá aliviando a pressão nos oito segundos seguintes. Repita dez vezes.

Artigo anterior

Decorações divertidas para uma Páscoa e primavera alegres

Próximo artigo

Portugueses querem sistema generalizado de tara recuperável