Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Galeria de arte mais alta do mundo abre na China

Galeria de arte mais alta do mundo abre na China

Situada no topo da ‘Torre de Xangai’, o segundo arranha-céus mais alto do mundo, a nova galeria promete uma experiência artística imponente animada por uma sinfonia do mesmo criador de músicas de ‘Avatar’ e ‘Titanic’.

Pinterest Google+

O segundo edifício mais alto do mundo, a ‘Torre de Xangai’, vai brevemente poder divulgar que possui a galeria de arte mais alta do mundo, que está a ser preparada no 126º piso da torre.

 

O objetivo é tornar este espaço num centro de cultura e possibilitar, ao mesmo tempo, aos visitantes uma experiência auditiva imersiva. Para isso, a nova galeria irá ter uma sinfonia própria criada por Simon Franglen, produtor musical conhecido por temas de sucesso dos filmes ‘Titanic’ e ‘Avatar’.

 

Veja também: A casa mais cara (e fantástica, dizem) de sempe dos EUA está à venda

 

«Eu já estive no topo de muitos edifícios no mundo, mas isto é diferente. Parece mesmo uma coisa do outro mundo», disse o produtor à CNN sobre o edifício de 128 pisos e com 632 metros de altura.

 

A inspiração para a sinfonia está na própria cidade: «Xangai é uma cidade para o século XXII. Parece 100 anos à frente de qualquer outro lugar do mundo», remata o compositor.

 

Veja também: Os ambiciosos edifícios que se vão erguer em 2017

 

A sinfonia começa com sons de pássaros que Franglen ouviu no parque da cidade, seguidos pelo som da cidade ao acordar – com buzinas, pessoas a correr e toques de telemóvel.  A sinfonia prossegue com o som de um rio – «precisava de algo que fluísse através da música» -, bem como elementos alusivos à construção da torre. Finaliza com sons que lembram o por do sol.

 

A experiencia da galeria será potenciada com o som que sairá dos 260 alto-falantes instalados no espaço.

Artigo anterior

Volvo entra na hotelaria e lança cabana de luxo na Suécia

Próximo artigo

Mais de 90% dos lisboetas apoia o turismo