Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Fraldas ecológicas para o seu bebé

Fraldas ecológicas para o seu bebé

Há muito que as fraldas de pano deixaram de ser uma opção de uso na primeira fase de vida dos bebés. Foram abandonadas pelos pais, devido à falta de praticidade e desconforto. Mas será que tem de continuar a ser assim? O que é mais sustentável, as fraldas de pano ou as fraldas descartáveis?

Pinterest Google+

Fraldas descartáveis

Sabia que as fraldas descartáveis impactam bastante no meio-ambiente? Que cada criança gasta em média seis mil fraldas nos três primeiros anos de vida, e que cada fralda demora cerca de 450 anos a decompor-se no meio-ambiente? Pois é, são factos, e não especulações.

 

A verdade é que todas as crianças, nos primeiros anos de vida, necessitam de usar fraldas que consigam reter a urina e as fezes. E também é por isso que o número de fraldas descartadas para o lixo tende a aumentar um pouco por todo o planeta.

 

Não obstante, a indústria responsável pela produção das fraldas descartáveis necessita para o seu fabrico de matérias-primas como: a celulose – com recurso à extração de árvores e da produção de polímeros sintéticos – extraídos do petróleo. Para além de ajudar a explorar ainda mais os recursos naturais existentes, pode ser prejudicial para o bebé.

 

Fraldas alternativas e ecológicas – Fraldas de pano

Felizmente, está a voltar ao ativo a antiga e pouco prática fralda de pano! Mas não se assuste, porque estas fraldas surgem com um novo refresh.

 

Com os recursos do planeta a ficarem completamente explorados, e as doenças a aumentarem a cada dia na nossa população, torna-se evidente a necessidade urgente de mitigar estes factos. É como se estivéssemos a voltar um pouco à “época dos antigos”.

 

Comecemos então com as velhas e novas fraldas de pano que estão a surgir no mercado com variadíssimos e práticos modelos: cores, padrões e constituição. As novas fraldas de pano, possuem vários tamanhos e camadas de tecido que ajudam a aumentar a capacidade de absorção, assim como diferentes tipos de fechos. Enfim, existe muita opção, e o difícil será escolher as mais giras e fofas.

 

Após o uso da fralda pelo bebé, deve reservar as que têm xixi para lavar mais tarde e as que contiverem fezes deve despejar o excesso na sanita e lavar quando oportuno. Escusado será dizer que esta alternativa, para além de ser mais amiga do ambiente, é também mais económica.

 

Boas escolhas.

Artigo anterior

Matosinhos recebe festival de cinema dedicado ao poder das viagens

Próximo artigo

Como superar o regresso às novas rotinas