Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Festival Periferias regressa para dar voz a músicos emergentes

Festival Periferias regressa para dar voz a músicos emergentes

De regresso entre os dias 30 de julho e 1 de agosto, o festival traz concertos ao ar livre gratuitos para celebrar o verão e apoiar novos talentos, desde o fado ao hip hop.

Pinterest Google+
PUB

Depois de uma série de espetáculos online na primavera, a 10ª edição do festival de artes performativas Periferias, organizado pelo Chão de Oliva – Centro de Difusão Cultural – regressa este mês a Sintra e sai à rua para celebrar o verão.

 

Entre os dias 30 de julho e 1 de agosto, talentos emergentes do concelho ganham voz em vários concertos ao ar livre na mística Quinta da Ribafria, onde se poderá ouvir diferentes sonoridades, desde o fado, ao hip hop, pop e música tradicional portuguesa.

 

Com entrada livre, o festival inicia-se no dia 31 de julho pelas 18h00 com música chill out e deep house, a cargo da DJ Susi, conhecida pela sua energia em palco. De seguida, o Kactoslitos, numa vertente mais orgânica e minimalista, levará os espetadores numa viagem pelo mundo, através da música, com um concerto de eletronic pop.

 

VEJA TAMBÉM: À DESCOBERTA DE UMA VILA DE SINTRA DIFERENTE

 

O dia termina com os GraveComClave, projeto composto por vários grupos musicais – Aniana, Baessa, Cadi, Content Pro e Xaval –  que irão pôr o público a dançar ao som do hip hop, estilo próprio das comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas.

 

No segundo dia, João Reis Pedreira, intérprete de pop português e participante dos programas televisivos “Família Superstar” e “Festival da Canção”, sobe ao palco para apresentar “Vive sem medo”, e Senhora do Ó, famosa artista sintrense que já trabalhou com músicos internacionais, como Roberto Leal, leva temas próprios de música acústica e tradicional ao palco do Periferias.

 

Além da música, também o teatro, que faz parte da génese do festival, entra na programação de dia 31 de julho com a peça “Palavras do Jó”, do grupo brasileiro Dragão 7, que retrata a história de um homem torturado e cruelmente massacrado por questionarem a sua fé.

 

No último dia do festival, a música portuguesa estará em destaque com as atuações de Jaqueline Carvalho, fadista que venceu, por duas vezes, o prémio “Grande Noite do Fado”, de MariaSilva, grupo de jovens intérpretes de música tradicional portuguesa, e, por fim, do Projeto “Vozes de Sintra”, um projeto comunitário com impacto na comunidade criado por jovens universitários, com o apoio do Chão de Oliva, que irá encerrar a edição de verão do Periferias com o tema “Vou levar-te comigo”.

 

Quinta da Ribafria, Sintra

Dia para as famílias

As crianças também não ficam de fora desta edição de verão. O domingo à tarde será dedicado às famílias com o espetáculo “O Portal Encantado”, também do grupo brasileiro Dragão 7, que conta a história da criação do Universo, explicando às crianças o surgimento das estrelas, galáxias e, até mesmo, do homem.

 

Perante o contexto atual de incerteza, esta edição de verão do Periferias – Quatro Estações pretende apoiar artistas emergentes do município de Sintra que, devido à imprevisibilidade das restrições, ficaram sem espaço para promover o seu trabalho.

 

«O Periferias regressa com o calor para oferecer um evento descontraído, ao ar livre, a novos tipos de público, num evento de entrada livre, para que todos tenham oportunidade de vivenciar o talento e cultura. Num momento desafiante e instável para os artistas portugueses, achámos importante apoiar os músicos emergentes do município, que temos vindo a apoiar durante este período em que muitos deles encontram-se sem trabalho, e dar-lhes a oportunidade de mostrar o seu talento», explica Nuno Correia Pinto, diretor artístico do Chão de Oliva.

 

Após o espetáculo de verão, o festival voltará a sair à rua no outono e no inverno abrirá de novo as cortinas das salas de espetáculo com uma programação em sala. Saiba mais no site do Chão de Oliva.

 

Programação completa

Dia 30 (6ªf):
Quinta da Ribafria
• 18h – Atuação: DJ Susi (Chill Out / Deep House)
• 19h – Atuação: Kactoslitos (Electronic Pop / World Music)
• 19h45 – Animação: Tania Safaneta (Comunidade)
• 19h30 – Atuação: GraveComClave (Hip Hop – Vários artistas)

 

Dia 31 (Sáb.):
Quinta da Ribafria
• 18h – Atuação: DJ Susi (Chill Out / Deep House)
• 19h – Atuação: João Reis Pedreira (Pop – Português)
• 19h45 – Animação: Tânia Safaneta (clown)
• 20h – Atuação: Senhora do Ó (Tradicional – World Music)

Casa de Teatro de Sintra
• 21h – Palavras de Jó – Dragão 7 (BR)

 

Dia 1 (Dom):
Casa de Teatro de Sintra
• 16h – O Portal Encantado – Dragão 7 (BR)

Quinta da Ribafria
• 18h – Atuação: DJ Susi (Chill Out / Deep House)
• 19h – Atuação: Jaqueline Carvalho (Fado)
• 19h45 – Animação: Tânia Safaneta (clown)
• 20h – Atuação: MariaSilva (Tradicional Português)
• 21h – Atuação: “Vozes de Sintra”; (é só 1 música “Vou Levar-te Comigo”)

 

 

Artigo anterior

Quer um cérebro mais jovem? Coma mais beterraba

Próximo artigo

Reduza as toxinas na alimentação: da escolha dos alimentos à sua preparação