Home»FOTOS»Festival do Contrabando recorda práticas antigas em Alcoutim e Sanlúcar

Festival do Contrabando recorda práticas antigas em Alcoutim e Sanlúcar

A quarta edição do Festival do Contrabando decorre de 27 a 29 de março, em Alcoutim (Portugal) e Sanlúcar de Guadiana (Espanha). Um mercado de época, bandas de música de rua, oficinas de artesanato e gastronomia local são algumas das atrações propostas para recordar aquele que foi o modo de vida de muitas pessoas desta região no passado. A ponte flutuante de 220 metros será de novo estendida sobre as águas do Guadiana, permitindo ao visitante desfrutar de um evento em dois países, algo único em todo o mundo.

Pinterest Google+

A quarta edição do Festival do Contrabando une Portugal e Espanha num evento que decorre de 29 a 31  de março, em Alcoutim (Portugal) e Sanlúcar de Guadiana (Espanha). O festival propõe a todos os visitantes  um mercado de época, gastronomia local, desfiles etnográficos, teatro de rua, bandas de música de rua, oficinas de artesanato e muita mais animação. (Veja algumas imagens de edições passadas na galeria acima).

 

Aquele que foi um modo de vida na região raiana é agora recordado. Aromas de café, amêndoa, tabaco, sons de acordeão e fandangos, estórias de paixões além fronteira, azáfama nos mercados rurais da serra, combinações secretas nas tabernas da região. O contrabandista com as sacas pesadas que carregam às costas não transportam só mercadorias que passam a fronteira … levam sonhos, fantasias e a ambição de uma vida melhor.

 

VEJA TAMBÉM: MÉRTOLA: PELOS CAMINHOS PERDIDOS DO CONTRABANDO

 

«O Festival do Contrabando tem como base a junção e fusão da homenagem a uma atividade que ao longo da história foi importante para as gentes da fronteira, com as artes e a cultura. A paisagem fronteiriça que desafiava os destemidos na passagem de mercadorias, agora é palco de vários projetos culturais que transportam para o interior das populações e seus visitantes, os sonhos e ambições, trazendo até às Vilas Raianas de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana uma oferta cultural que desafia todas as condicionantes existentes», refere o município de Alcoutim em comunicado.

 

A ponte flutuante de 220 metros será de novo estendida sobre as águas do Guadiana, permitindo ao visitante desfrutar de um evento em dois países, algo único em todo o mundo. O Mercado à Moda Antiga será a montra de costumes e tradições das gentes da fronteira aos olhares dos milhares de visitantes. O evento pretende reviver os mercados que se realizavam nas décadas de 30 e 40 do século passado, e onde as gentes da região se deslocavam para venderem os seus produtos da terra, sobretudo agrícolas.

 

Assim, além de proporcionar um momento de lazer, o Mercado à Moda Antiga é uma referência no que diz respeito usos e costumes daqueles anos nesta zona de fronteira, e que são recriados com um objetivo de partilha de saberes: ofícios à moda antiga, artesãos, produtos agrícolas, utensílios da vida rural, trajes antigos, atuações e desfiles folclóricos, personagens teatrais de rua são alguns dos elementos que constituem o cenário do Mercado.

 

VEJA TAMBÉM: PRAIA FLUVIAL DE ALCOUTIM, UM MERGULHO NO ALGARVE SERRANO

 

Cestaria, olaria, utensílios e brinquedos em madeira, tecelagem, latoaria, caldeireiros, empreita, bordados e rendas, artes em couro, saboaria tradicional, licores, ervas aromáticas, cerâmica e a arte de trabalhar o couro, farão parte das artes que o visitante poderá descobrir ou recordar neste evento que retrata os usos e costumes de tempos antigos e que durante os três dias do festival irão dar um colorido diferente às vilas de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana.

 

A edição deste ano reunirá dezenas de propostas, entre música, artes circenses, artes plásticas, teatro, que darão largas à imaginação, evocando vários temas ligados ao património sociocultural e às tradições da região de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, no contrabando e na sua importância para a região. Este ano o evento estende-se também durante o dia à Praia Fluvial do Pego Fundo, em Alcoutim, onde o visitante poderá visitar a Mostra de Cerveja Artesanal do Festival.

 

Para aceder ao programa completo destes três dias de festa, clique aqui.

 

 

Artigo anterior

Dia Mundial da Vida Selvagem destaca a necessidade de ter um planeta sustentável

Próximo artigo

Alimentos altos em colesterol... mas saudáveis