Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Festival do Butelo e das Casulas regressa ao formato presencial

Festival do Butelo e das Casulas regressa ao formato presencial

O festival vai reunir em Bragança produtores de fumeiro, como butelo, salpicões e chouriças, produtos regionais (casulas, azeite, mel, vinho e licores) e artesanato regional. Os restaurantes da região também promovem a Semana Gastronómica do Butelo e das Casulas.

Pinterest Google+
PUB

O Festival do Butelo e das Casulas  realiza-se, este ano, de forma presencial, de 25 a 27 de fevereiro, em pleno Centro Histórico de Bragança, onde cerca de 40 expositores dão a conhecer os seus produtos.

 

Após a edição de 2021, que decorreu de forma digital, devido às restrições da Covid-19, o Município de Bragança volta a promover o Festival do Butelo e das Casulas com o intuito de dinamizar a economia local e o turismo, as tradições da região e, ainda, promover os produtos locais.

 

O Festival do Butelo e das Casulas 2022 vai reunir produtores que vão comercializar fumeiro, como butelo, salpicões e chouriças, produtos regionais (casulas, azeite, mel, vinho e licores) e artesanato regional.

 

VEJA TAMBÉM: MARRIOTT PROCURA VIAJANTES PARA SEREM CORRESPONDENTES DO TIK TOK DURANTE UM ANO

 

Além da tenda para venda de produtos regionais, instalada na Praça Camões, decorre, de 18 de fevereiro a 1 de março, a Semana Gastronómica do Butelo e das Casulas nos 26 restaurantes aderentes.

 

O butelo é o exemplo acabado do bom aproveitamento do porco: envolvido pela bexiga ou pelo bucho, o humilde recheio de ossinhos do espinhaço e das costelinhas, com alguma carne agarrada, torna-se responsável pelas suas formas ventrudas e caprichosas e pelo seu inigualável sabor. É costume comer este enchido artesanal, típico das casas do distrito de Bragança, no sábado de Carnaval, acompanhado pelas cascas de feijão secas, a que também se chamam casulas.

 

Em relação ao Carnaval dos Caretos 2022, não se realiza presencialmente, devido às restrições da Covid-19.

 

 

Artigo anterior

Previsões astrológicas para o mês de março de 2022

Próximo artigo

Das matrafonas aos cabeçudos: o top 5 do Carnaval em Portugal