Home»VIDA»CARREIRA»Falar em público: estratégias para acabar com a ansiedade

Falar em público: estratégias para acabar com a ansiedade

Quer seja numa entrevista de emprego, quer se dirija a um pequeno grupo ou esteja atrás de um pódio em frente de centenas de pessoas, falar em público pode ser inquietante e assustador para alguns.

Pinterest Google+
PUB

A maioria das pessoas sente dificuldade em falar em público e é habitual pensar que os indivíduos que se mostram à vontade em situações de exposição o fazem naturalmente, sem qualquer esforço. Se é verdade que existem certas pessoas naturalmente dotadas, a maioria dos que parecem ‘naturais’ têm um percurso de exigente trabalho de preparação e de treino.

 

A verdade é que o ‘medo do palco’, expressão importada da angústia que atores e performers do mundo artístico experimentam antes de uma peça, concerto etc., é uma característica do ser humano e que não é apanágio exclusivo dos artistas.

 

Diante da pressão do ‘medo do palco’, as pessoas tendem a bloquear o seu potencial e as suas capacidades de comunicação ficam diminuídas precisamente na altura que são mais necessárias. E isto pode acontecer tanto num exame oral, como numa entrevista de emprego, numa apresentação de um trabalho em equipa, ou numa palestra perante uma larga plateia. O medo de fracassar perante a exposição pública pode paralisar o indivíduo.

 

VEJA TAMBÉM: 12 VANTAGENS QUE PODE NEGOCIAR NUMA OFERTA DE TRABALHO

 

Para a maioria das pessoas, falar em público não é um atributo natural. Os bons oradores são feitos, não nascem. Mesmo aqueles que parecem ser oradores naturais seguem sempre três regras: preparar, praticar e personalizar. Veja abaixo as dicas da Adecco Portugal.

 

SER TRANSPARENTE E ACESSÍVEL

Crie uma ligação autêntica mostrando a sua vulnerabilidade: mostrar-se de forma genuína ajuda a encurtar a distância com o público e faz com que a sua mensagem tenha mais impacto.

 

SER HONESTO E CORAJOSO

Fale francamente sobre as coisas pessoais que tendemos a esconder. A verdade é libertadora e comunicá-la ao público destrói os receios sobre a forma técnica do seu discurso.

 

COLOCAR ENERGIA E SENTIMENTO NO DISCURSO

Abrace os medos e use a energia nervosa em seu proveito. O orador traz energia ao seu público através da paixão e emoção, o que torna os discursos mais memoráveis. Transmita as suas emoções ao seu público e ligue-se ao propósito da sua conversa para a tornar mais impactante.

 

USAR LINGUAGEM CORPORAL ELEGANTE

Pratique os gestos de mãos e toda a linguagem corporal de forma que o seu corpo se torne uma extensão da sua mensagem. O público deve ser cativado e não distraído pelo que está a fazer com o seu corpo.

 

Distribua o seu peso igualmente, seja simétrico com a sua postura, mostre as suas mãos, olhe diretamente para a audiência e estabeleça contacto visual quase constante.

 

INTERAGIR COM O SEU PÚBLICO

Os oradores mais carismáticos, charmosos e magnéticos envolvem pessoalmente o público e estabelecem uma relação sincera. Referem-se a oradores anteriores, lembram-se de nomes e detalhes, e colocam a audiência do seu lado desde o início.

 

TRABALHAR A SUA ATITUDE

Não seja uma daquelas pessoas que se iludem a si mesmas a pensar que os seus complexos e falta de graça sociais são manifestações sinceras de individualismo ou de uma personalidade ‘autêntica’. As pessoas não o ouvem, ou não respeitam o seu ponto de vista, se estiver continuamente de uma forma estranha, abrupta, disruptiva ou embaraçosa.

 

Em suma, se for arrogante, pode acabar por minar a causa ou ideia que está a apresentar, porque vai levar as pessoas a discordarem de si.

 

Qualquer pessoa pode tornar-se um grande orador público. É preciso apenas preparação, prática e um pouco de personalidade. Falar em público é uma competência que o ajudará tanto na sua vida profissional como pessoal.

 

 

Artigo anterior

Vitaminas e suplementos que aumentam a energia

Próximo artigo

O cão é o melhor amigo do homem e também do coração