Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Factos nutricionais do tomate (ou porque o deve incluir sempre na dieta)

Factos nutricionais do tomate (ou porque o deve incluir sempre na dieta)

O tomate, cientificamente designado como ‘Solanum Lycopersicum’, é um fruto de uma planta da família das solanáceas, nativa da América do Sul. Apesar de ser tecnicamente um fruto, é geralmente classificado como um vegetal. Conheça melhor as suas características e 'abuse' dele na sua dieta, agora que estamos a entrar na sua plena época.

Pinterest Google+
PUB

Multicores

São geralmente vermelhos quando estão maduros, mas existem em várias cores, incluindo amarelo, laranja, verde e roxo.

 

Rico em água

O teor de água dos tomates é de cerca de 95%. Os outros 5% consistem, principalmente, em hidratos de carbono e fibra. Um tomate de tamanho médio (123 gramas) contém apenas 22 calorias.

 

Poucos hidratos

Os tomates são baixos em hidratos de carbono e são uma boa fonte de fibras, fornecendo cerca de 1,5 gramas por tomate de tamanho médio. O seu teor de hidratos de carbono consiste, principalmente, em açúcares simples e fibras insolúveis.

 

VEJA TAMBÉM: SOPA DE TOMATE PARA O JANTAR?

 

Rico em vitaminas

Os tomates são uma boa fonte de várias vitaminas e minerais como, por exemplo, vitamina C, potássio, vitamina K e ácido fólico.

 

O poderoso licopeno

O conteúdo de vitaminas e compostos de plantas pode variar muito entre as diferentes variedades de tomates e períodos de amostragem. Posto isto, o seu principal composto vegetal é o licopeno, um antioxidante que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e reparar os danos das células causados pelos radicais livres. Os tomates contêm, ainda, beta-caroteno, naringenina e ácido clorogénico.

 

Amigo do coração

Vários estudos demonstraram que os tomates e os produtos de tomate podem reduzir o risco de doenças cardíacas. São também considerados benéficos para a saúde da pele e podem proteger contra queimaduras solares.

 

Amigo da pele

O consumo diário de tomate parece cortar o desenvolvimento de tumores na pele pela metade, segundo um estudo realizado com ratos pela Universidade do Estado de Ohio, EUA.

 

Prefira bio

Os tomates produzidos por métodos tradicionais são colhidos e transportados enquanto ainda não estão maduros e estão verdes. Para torna-los vermelhos, os produtores utilizam gás etileno artificial antes de vender os tomates. Este método pode ser vantajoso em termos económicos, mas pode afetar o sabor natural do fruto.

 

Os tomates são geralmente bem tolerados, mas podem causar alergias em pessoas alérgicas ao pólen de gramíneas. Aqueles que são cultivados em solos contaminados podem conter níveis mais elevados de flúor. Por isso, prefira sempre as versões biológicas. Fonte: Authority Nutrition.

 

 

Artigo anterior

Amizades tóxicas: quem são e como lidar com elas

Próximo artigo

Vespas clássicas em exposição no Oeiras Parque