Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Exercício físico não é a solução para ossos mais fortes

Exercício físico não é a solução para ossos mais fortes

Está presente na mentalidade da sociedade o equívoco que de tudo o que precisa para ter uma estrutura óssea forte é caminhar ou fazer pequenos exercícios de força. Na verdade, o exercício tem pouco ou nenhum efeito sobre a força dos ossos.

Pinterest Google+
PUB

Vários grupos públicos de saúde, sociedades profissionais e sites de saúde na internet promovem este tipo de prescrição – a do exercício – prometendo acabar com os ossos fracos. No entanto, os investigadores que se debruçam sobre problemas como a osteoporose reconhecem que esta ideia não é apoiada por estudos rigorosos.

 

Ao que parece, a ideia resulta da extrapolação de um facto bem conhecido: as pessoas que estão acamadas perdem massa óssea. A força da gravidade parece ser necessária para a resistência óssea. Será que fazer umas caminhadas todos os dias é tão bom benéfico como correr uma maratona?

 

Veja a galeria: As dicas do Cristiano Ronaldo para se manter em forma

 

A resposta veio há pouco mais de uma década, quando os cientistas fizeram estudos rigorosos, perguntando se o exercício físico aumentava a densidade óssea dos adultos. Para tal, usaram máquinas ‘DEXA’ para medir a densidade óssea através de raios-x. Na verdade, estes estudos não conseguiram encontrar nada mais do que um efeito minúsculo do exercício físico, apenas cerca de 1% ou menos. Como esperado, encontraram perda óssea em pessoas acamadas e nos astronautas, mas não havia nenhuma evidência de que a densidade óssea fosse obtida através de caminhadas ou corridas.

Artigo anterior

DAMA alertam para perigos do sol

Próximo artigo

Rivalidades entre 'anjos'?