Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Estudo inédito mostra ligação entre dieta não saudável e sintomas de depressão em jovens

Estudo inédito mostra ligação entre dieta não saudável e sintomas de depressão em jovens

Os sintomas de depressão nos adolescentes aumentam quando estes têm uma dieta rica em sódio e baixa em teor de potássio. Um estudo inédito da Universidade do Alabama, EUA, indica que educar para a redução deste tipo de alimentos e aumento da ingestão de fruta, vegetais e cereais integrais pode ajudar a reduzir a prevalência de depressão em adolescentes.

Pinterest Google+

De acordo com um novo estudo da Universidade do Alabama em Birmingham, EUA, adolescentes que consomem alimentos com altos níveis de sódio e baixos níveis de potássio têm maior probabilidade de desenvolver sintomas de depressão. O estudo, publicado no ‘Physiological Reports’, sugere que a dieta é um fator de risco moldável no tratamento da depressão nos adolescentes.

 

«A depressão entre os adolescentes nos Estados Unidos aumentou 30% na última década, e queríamos saber por que e como diminuir esse número», disse Sylvie Mrug, presidente do Departamento de Psicologia da UAB. «Pouca pesquisa foi realizada sobre dieta e depressão. O nosso estudo mostra a necessidade de prestar atenção ao que nossos filhos estão a comer».

 

VEJA TAMBÉM: ALIMENTOS PARA COMBATER A DEPRESSÃO

 

Durante o estudo, adolescentes urbanos relataram os seus sintomas depressivos no início e um ano e meio depois, além da recolha noturna de urina para medir os níveis de potássio e sódio. O estudo mostrou que os efeitos do sódio alto e do potássio baixo nos sintomas de depressão aumentam com o tempo. A combinação única de alto teor de sódio e baixo teor de potássio ‘previu’ o aumento da depressão na adolescência.

 

Segundo os pesquisadores, os profissionais de saúde podem usar a presença de sódio e potássio na urina como biomarcadores de risco para o desenvolvimento subsequente de depressão em adolescentes. «São necessárias intervenções para garantir que os adolescentes estão a receber a nutrição adequada para diminuir o risco de depressão», disse Mrug. «Alimentos como frutas, legumes e iogurte contêm baixos níveis de sódio e grandes quantidades de potássio e devem ser incentivados como parte da dieta diária de um adolescente».

 

VEJA TAMBÉM: PSICÓLOGA ALERTA: OS PRIMEIROS SINAIS DE DEPRESSÃO

 

Assim, Paul Sanders, professor da Faculdade de Medicina da UAB, recomenda que os adolescentes evitem alimentos altamente processados, incluindo fast-food. «Embora mudar a dieta dessa maneira exija dinheiro e esforço, esta mudança tem muitos benefícios para a saúde, incluindo a melhoria da saúde mental, como mostra o nosso estudo».

 

A dieta dos adolescentes que comem muito sódio vai além da ingestão de fast food. São também pobres em frutas e vegetais, havendo uma diminuição na quantidade de potássio ingerida pelo organismo.

 

Artigo anterior

Sinais de que está com falta de cafeína

Próximo artigo

Abóbora: saiba porque a deve integrar na sua alimentação