Home»BEM-ESTAR»CORPO»Estudo identifica razão por que as pessoas engordam à medida que envelhecem

Estudo identifica razão por que as pessoas engordam à medida que envelhecem

Pesquisadores do Instituto Karolinska, na Suécia, encontraram uma relação entre a diminuição da rotatividade de lípidos no tecido adiposo e o ganho de peso. Cientistas dizem que descoberta pode abrir portas à criação de novos tratamentos para a obesidade.

Pinterest Google+

Muitas pessoas lutam para controlar o seu peso à medida que envelhecem. Agora, uma nova pesquisa realizada no Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu o motivo: a rotatividade de lípidos no tecido adiposo diminui com o envelhecimento facilitando o ganho de peso, mesmo que não comamos mais ou nos exercitemos de igual forma do que antes. O estudo foi publicado na revista ‘Nature Medicine’.

 

Os cientistas estudaram as células de gordura em 54 homens e mulheres durante um período médio de 13 anos. Nesse período, todos os indivíduos, independentemente de terem ganhado ou perdido peso, apresentaram reduções na renovação lipídica no tecido adiposo, que é a taxa na qual os lípidos (ou gorduras) nas células adiposas são removidos e armazenados. Aqueles que não compensaram isso comendo menos calorias ganharam peso em cerca de 20%, segundo o estudo realizado em colaboração com pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia, e da Universidade de Lyon, em França.

 

VEJA TAMBÉM: OS MELHORES CHÁS PARA PERDER A BARRIGA

 

Os pesquisadores também examinaram a rotatividade de lípidos em 41 mulheres submetidas à cirurgia bariátrica e como a taxa de rotatividade de gorduras afetou a sua capacidade de manter o peso de quatro a sete anos após a cirurgia. O resultado mostrou que apenas aquelas que tinham uma taxa baixa antes da cirurgia conseguiram aumentar a rotatividade de lípidos e manter a perda de peso. Os pesquisadores acreditam que essas pessoas podem ter tido mais espaço para aumentar sua renovação lipídica.

 

«Os resultados indicam pela primeira vez que os processos no nosso tecido adiposo regulam as alterações no peso corporal durante o envelhecimento de maneira independente de outros fatores», diz Peter Arner, professor do Departamento de Medicina de Huddinge, no Karolinska Institutet e um dos principais autores do estudo. «Isso pode levar a novas maneiras de tratar a obesidade».

 

VEJA TAMBÉM: SILHUETA OVAL OU MAÇÃ: 7 DICAS PARA EQUILIBRAR E FAVORECER ESTE TIPO DE CORPO

 

Estudos anteriores mostraram que uma maneira de acelerar a renovação lipídica no tecido adiposo é exercitar-se mais. Esta nova pesquisa apoia essa noção e indica ainda que o resultado a longo prazo da cirurgia para perda de peso melhoraria se combinado com o aumento da atividade física. «A obesidade e as doenças relacionadas à obesidade tornaram-se num problema global», diz Kirsty Spalding, pesquisador sénior do Departamento de Biologia Celular e Molecular do Karolinska Institutet e outro dos principais autores do estudo. «Compreender a dinâmica lipídica e o que regula o tamanho da massa gorda nos humanos nunca foi tão relevante».

 

Segundo a plataforma de nutrição, Authorithy Nutrition, ganhamos entre 0,5kg e 1kg todos os anos. E o problema pode estar não só nas pequenas facadinhas, mas também em pequenos maus hábitos que nos fazem ganhar gordura. Reveja quais são, na galeria acima, para os corrigir.

Artigo anterior

Pequenos passos para se tornar mais perspicaz

Próximo artigo

As cores dos alimentos têm uma explicação: conheça os seus benefícios