Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Estudo alicia casais a aumentarem a atividade sexual em prol da fertilidade

Estudo alicia casais a aumentarem a atividade sexual em prol da fertilidade

Desde sempre se falou que o período fértil da mulher é a melhor altura para tentar engravidar. Mas um novo estudo vem acrescentar que a atividade sexual frequente reforça ainda mais as probabilidades de engravidar.

Pinterest Google+
PUB

Um novo estudo levado a cabo por investigadores da Universidade do Indiana, publicado na ‘Fertility and Sterility e na Physiology and Behavior’, defende que o simples facto de ter mais relações sexuais aumenta a fertilidade das mulheres, já que aumenta o período fértil, prepara o sistema imunitário feminino para a gravidez e ajuda a manter o útero saudável.

 

Segundo Tierney Lorenz, investigador do Kinsey Institute for Research on Sex, Gender and Reproduction, «os sistemas imunitários das mulheres sexualmente ativas prepararam-se com antecedência para a mera possibilidade de uma gravidez».

 

Acredita-se que o sistema imunitário tenha um papel importante no que toca à fertilidade e que trabalhe em conjunto com o muco cervical para fazer duas coisas: ajudar o esperma a movimentar-se no seu caminho até à conceção e criar linfócitos T e anticorpos que lutam contra doenças sem interferirem com o ambiente do útero.

 

«Nós estamos a ver o sistema imunitário a responder a um comportamento social: a atividade sexual», explicou o investigador. O aumento da atividade sexual envia uma mensagem ao sistema imunitário de que é tempo de reprodução.

 

Mas nem tudo são “rosas”, segundo o jornal The Guardian, o estudo não acompanhou as 30 mulheres que analisou para comprovar se elas de facto engravidaram.

 

O próprio mentor da investigação defende que «a relação entre o sexo, as mudanças no sistema imunitário e a probabilidade de ter um bebé é demasiado complexa para esclarecer com apenas um estudo».

 

No entanto, o investigador acredita que quanto mais o sistema imunitário receber a mensagem de que é tempo de reprodução mais isto pode, eventualmente, aumentar as probabilidades de uma gravidez.

 

Artigo anterior

Guisado de perna de peru com cogumelos e castanhas

Próximo artigo

Para mulheres sem medo de o ser