Home»BEM-ESTAR»SAÚDE»Estar sentado pode matar

Estar sentado pode matar

Um estudo publicado no jornal Annals of Internal Medicine revelou que uma vida sedentária aumenta o risco de várias doenças, independentemente da prática de exercício físico

Pinterest Google+

O estilo de vida do mundo moderno promove o sedentarismo. Quando trabalhamos, conduzimos, vemos televisão ou jogamos no computador estamos sentados. Depois, existe a ideia de que basta praticar algum exercício físico para aniquilar os malefícios do sedentarismo. Foi precisamente esta ideia que esteve na base do estudo canadiano agora publicado no jornal Annals of Internal Medicine. O grupo de cientistas pretendeu quantificar a ligação entre vida sedentária e hospitalizações, doenças cardiovasculares, diabetes e cancro nos adultos, independentemente da prática de exercício físico.

 

Os cientistas de Toronto analisaram 47 casos de pessoas com comportamentos sedentários e concluíram que este estilo de vida aumenta as probabilidades de alguém vir a sofrer de uma doença fatal prematuramente, mesmo praticando exercício físico.

 

A informação recolhida permitiu perceber que o exercício praticado pela generalidade da população não é suficiente para superar os malefícios do tempo sedentário. Neste ponto, os cientistas chamam a atenção para o facto de que, quanto mais exercício praticamos, menor o impacto do comportamento sedentário. Já a Organização Mundial de Saúde tinha revelado que a inatividade física é o quarto maior fator de risco de morte em todo o mundo.

 

Em termos práticos, o estudo revelou ligação entre o sedentarismo e doenças cardiovasculares, cancro e algumas doenças crónicas, como o diabete de tipo 2. Por exemplo, estar sentado entre oito a 12 horas por dia aumenta o risco de desenvolver diabete de tipo 2 em 90 por cento.

 

Os autores do estudo mencionam alguns comportamentos que podemos inserir no nosso dia-a-dia para passarmos menos tempo sentados ou, pelo menos, suavizarmos os malefícios do sedentarismo. Em primeiro lugar, sugerem que haja um controlo da quantidade de tempo por dia que passamos sentados. Depois de sabermos este número, podemos definir um objetivo prático para reduzirmos semanalmente o tempo que passamos sentados.

 

Outras dicas práticas sugerem que, se trabalha sentado, pense em adquirir uma secretária alta, que também permita trabalhar de pé, ou então levante-se e caminhe por um a três minutos a cada meia hora. Quando está a ver televisão, aproveite os intervalos do programa a que está a assistir para se levantar e fazer alguma coisa, em vez de ficar no sofá a mudar de canal.

 

Artigo anterior

A tendência das mulheres mais velhas na moda

Próximo artigo

A verdadeira causa da adição é a infelicidade