Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Um saltinho a Espanha: os sete destinos de excelência recomendados pela rede EDEN

Um saltinho a Espanha: os sete destinos de excelência recomendados pela rede EDEN

A Rede EDEN - Destinos Europeus de Excelência da Comissão Europeia - premeia os destinos mais sustentáveis e amigos do ambiente da Europa. Em Espanha há sete destinos EDEN que deve conhecer. E nós vamos apresentar-lhos.

Pinterest Google+
PUB

A Comissão Europeia realiza periodicamente uma lista com os destinos da Europa que mais se distinguem pela sua sustentabilidade e pelo cuidado que têm com o meio ambiente que os rodeia. Espanha tem sete destinos que figuram nesta lista.

 

A Terra de Santo Inácio (na província de Guipúscoa), Goeirri (País Basco), Parque Natural das Montanhas e Canyons de Guara (Aragão), Ecoparque de Transmiera (Cantábria), o delta do Ebro e Sierra de las Nieves são destinos que deve conhecer e com os quais certamente se vai encantar. Conheça-os de seguida e veja imagens na galeria acima.

 

A Guarda (vencedora na categoria de turismo aquático)

Esta vila piscatória fica perto da fronteira com Portugal. Ladeada pelo rio Minho e pela montanha de Santa Trega, A Guarda é conhecida como a ‘Capital da Lagosta’. Para além da grande quantidade de produtos do mar e belas praias, nesta região, no inverno, é possível observar inúmeras espécies de aves. Perto da costa e do rio, desde 2010, os entusiastas do trekking vão poder realizar passeios agradáveis.

 

Durante a sua estadia em a Guarda, aproveite para visitar o castro de Santa Trega, que é a mais importante amostra de assentamentos antigos de todo o noroeste da península, ou o centro histórico da vila, onde vai poder descobrir edifícios do século XVI, como a Torre do Reló ou a Igreja de Santa Maria.

 

VEJA TAMBÉM: FAIAL, A VERDEJANTE ILHA AÇORIANA

 

Goeirri, País Basco (vencedor na categoria de gastronomia local)

Se procura viver da melhor forma a vida campestre do País Basco, Goeirri é o local ideal para o fazer. Em Goeirri poderá provar boa comida, uma natureza deslumbrante, produtos locais de qualidade, uma cultura enraizada e belos campos verdes. A localidade de Goeirri tem as suas fundações na Espanha medieval e fica entre dois parques naturais, para além de ser ‘atravessada’ pelo Caminho Real e pelo Caminho de Santiago. Prepare-se, pois, falam basco.

 

Mesmo que não entenda o basco, as 30 feiras de gastronomia são um bom chamativo para que conheça a região, que também tem uma grande oferta cultural, com a Semana Santa e uma Feira Medieval como principais chamativos. Aproveite para visitar o mercado de Ordizia, que acontece desde 1512, e o território Idiazabal, onde poderá provar a verdadeira comida basca, que é baseada em diversos peixes e frutos do mar.

 

Serra Nevada (vencedor na categoria de turismo e património imaterial local)

Esta é na cadeia montanhosa situada na parte central da província de Málaga. Este distrito, que faz fronteira com a Costa del Sol, o Vale do Guadalhorce (Valle del Guadalhorce), as Colinas de Ronda (Serranía de Ronda) e o distrito de Guadalteba, é rural e montanhoso e por isso as pessoas vivem em perfeito equilíbrio com a natureza.

 

Nas nove cidades da Sierra, poderá encontrar as ricas tapeçarias da região ou o Parque Natural, que abriga uma das maiores florestas de pinheiro espanhol do mundo, com mais de 3.000 hectares. Na Sierra de las Nieves, que é considerada pela UNESCO como uma reserva da biosfera, pode realizar várias atividades de lazer ao ar livre.

 

Delta do Ebro (vencedor na categoria de turismo e áreas protegidas)

O rio Ebro é o segundo maior da Península Ibérica e estende-se do sul de Barcelona ao norte de Valência. O Parque Natural do delta do Ebro apresenta lagoas calmas e paisagens de tirar o fôlego. O que faz com que o delta deste rio seja um dos lugares mais exóticos e puros de toda a Espanha.

 

A região permite trilhas perfeitas para caminhadas e para a observação de pássaros e restante vida selvagem. A Punta de la Banya, o principal local deste parque, tem uma das mais importantes áreas de reprodução de aves aquáticas do Mediterrâneo. No delta do Ebro (que em 2006 adoptou a Carta Europeia do Turismo Sustentável) há espaço para a pesca, pecuária e o cultivo de arroz, que durante vários séculos foi e continua a ser um dos maiores motores da economia local.

 

Terra de Santo Inácio (vencedor na categoria de turismo cultural)

As localidades de Urola Erdia, Urola Garaia e Debagoiena (que fazem parte da província de Guipúscoa) são conhecidas como a ‘Terra de Santo Inácio’, já que foi aqui que nasceu e foi criado São Inácio de Loyola. Na ‘Terra de Santo Inácio’ poderá visitar, no Caminho Inaciano, os cenários que fizeram parte da vida deste santo ao mesmo tempo que respira ar fresco. Aqui poderá ter acesso a um rico património histórico, cultural (com inúmeros museus) e arquitetónico, tanto de cariz civil como religioso (como o santuário de Loyola).

 

Depois do turismo religioso, tire um bocado para ver as belezas culturais que esta região, que mantém toda a sua autenticidade, oferece e faça uma visita a Loyola, que todos os anos é visitada por milhares de peregrinos, e às cidades de San Sebastian e Bilbao.

Parque Natural das Montanhas e Canyons de Guara (vencedor na categoria de turismo acessível)

Este parque, que tem mais de 80.000 hectares, é um dos mais emblemáticos da Rede Natural Aragonesa. Caminhe e respire o ar puro deste parque no caminho acessível de Tamara e descubra os costumes ancestrais das gentes de Aragão no Caminho do Carvalho do Milénio. Para além de um cenário estonteante, este parque permite caminhadas, canoagem, escalada, observação de pássaros no Vero River Canyon, bicicleta de montanha e inúmeras visitas culturais (a Alquézar ou Lecina).

 

Desde 2006, o Parque Natural das Montanhas e Canyons de Guara está a promover o projeto “Turismo para todos”. Este projeto envolve todas as autoridades públicas locais e regionais, juntamente com organizações que representam pessoas com deficiência e negócios. Isto para que todos, independentemente dos problemas que tenham, possam usufruir da melhor forma de tudo o que o parque lhes pode oferecer.

 

Ecoparque de Trasmiera (vencedor na categoria de turismo e regeneração de espaços físicos)

Este projeto cultural e ambiental, que fica na região da Cantábria, tem florestas e colinas exuberantes. Para além da bela natureza, este parque tem uma grande história e herança cultural. O Ecoparque de Trasmiera foi lançado, em 1998, pelo município de Arnuero com o objetivo de apresentar a região como um bom destino de férias mas sem esquecer a identidade histórica da região e restaurar o seu património cultural.

 

O antigo moinho da maré de Santolaja foi transformado no ‘Observatório das marés’, onde os visitantes podem saber um pouco mais sobre as marés e o seu papel na formação da região. Já a antiga escola foi transformada no ‘Observatório da arte’, que já recebeu exposições de artistas mundialmente famosos, como: Cristobal Toral, Javier Perez, José Luis Sanchez, Gloria Torner e Roberto Orallo. Durante a sua visita ao Ecoparque de Trasmiera, aproveite também para visitar a Iglesia de la Asuncion, o moinho de maré de Santa Olaja ou a Torre Cabrahigo.

 

Artigo anterior

Três passeios dog friendly para este fim-de-semana

Próximo artigo

Convento dos Capuchos abre portas à noite