Home»GLAMOUR»BELEZA»Escolha vestidos portugueses para este verão

Escolha vestidos portugueses para este verão

Selecionámos os modelos de vestidos mais interessantes das coleções de doze conceituados designers e marcas de vestuário nacional para esta primavera verão 2020. Descubra as propostas dos criadores portugueses e perceba como estar na moda e ajudar o país nas estações mais quentes do ano.

Pinterest Google+

Maria Gambina

É formada em Design de Moda pelo CITEX 92 e, do seu vasto e diversificado percurso enquanto designer, destacam-se diversas participações em eventos nacionais e internacionais e a obtenção de vários primeiros prémios em concursos de design (entre outros, e logo em 1992 e repetindo em 1993, no concurso Sangue Novo, promovido pela ModaLisboa). Em parceria com José António Tenente, vence o concurso de design e conceção das fardas para os funcionários e colaboradores da EXPO-98, Lisboa.  Foi distinguida com o prémio Criadora do Ano’97 pela Look Elite e, em 1998, com o Globo de Ouro na categoria Personalidade do Ano-Moda.

 

Em 2000 com a sua coleção MUSIC IS MY LIFE, vence o prémio da melhor coleção feminina promovido pela ModaLisboa, e em 2008 vence o 1º Prémio no concurso de design dos uniformes para o COLÉGIO EFANOR de Belmiro de Azevedo, Porto. Em 2011 viu o seu trabalho reconhecido numa retrospetiva intitulada As Saias da Maria, promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos e pela ESAD. Foi a Designer escolhida para representar Portugal, como embaixadora portuguesa, no âmbito do projeto Euro-Fashion/Fashion ft. Football 2012, na Ucrânia.  Paralelamente e desde 1994 dedica-se ao ensino do Design de Moda como professora.

 

Marques Almeida

Alunos da escola de moda CITEX, no Porto, Marta Marques e Paulo Almeida tornaram-se, logo no primeiro ano, casal e dupla criativa. Em 2009 instalaram-se em Londres, onde concluíram o mestrado em Moda na Central Saint Martins, escola de Artes e Design que formou Alexander McQueen, Phoebe Philo ou Stella McCartney. Com atelier na capital inglesa, a dupla participa, desde 2010, na London Fashion Week com a sua linha de roupa e acessórios femininos Marques’Almeida. A marca caracteriza-se pela irreverência e informalidade, avultando nas suas coleções as t-shirts garridas, o denim, as peças desconstruídas e sobredimensionadas, os folhos… Ora foi este look casual que atraiu não só a indústria da moda mas também celebridades do showbiz, como Rihanna, FKA Twigs, Beyoncé, Solange ou Sarah Jessica Parker, que vestem criações Marques’Almeida.

 

Em 2014, a dupla foi distinguida na categoria Talento Emergente – Moda Feminina dos British Fashion Awards e, em 2015, recebeu o prémio da LVMH (grupo que detém marcas como a Louis Vuitton, Dior e Givenchy) para Jovens Estilistas de Moda. Integrou, igualmente, a shortlist para o prémio BFC/Vogue Designer Fashion Fund 2018. Refira-se que, em 2014, Marta Marques e Paulo Almeida criaram uma coleção para a rede de lojas Topshop e, no ano seguinte, desenharam o guarda-roupa para o espetáculo da gala de moda da companhia de ballet de Nova Iorque (New York City Ballet’s Fourth Annual Fall Fashion Gala), que teve a curadoria da atriz Sarah Jessica Parker.

 

VEJA TAMBÉM: MILÃO PREPARA-SE PARA LANÇAR PRIMEIRA SEMANA DA MODA DIGITAL DE MILÃO

 

Meam

A Meam é uma marca de vestuário audaz e original que tem como objetivo encher o mundo de uma elegância determinada, singular e carismática, permitindo a cada um de nós o poder de deixar a sua impressão digital no futuro que construímos, sempre com elegância e estilo. Os primeiros passos da marca foram dados tendo como musa uma mulher forte, e ousada que está confortável consigo própria. Recentemente foi colocado um novo desafio. Por trás de uma Mulher forte e determinada está sempre um Homem muito especial. Por isso, a Meam decidiu criar a sua linha de Homem. O Homem Meam tem um forte sentido de moda e estilo, gosta de ser e estar diferente de uma forma confortável. É um Homem que tem de acompanhar todo o carisma da Mulher Meam.

 

Miguel Vieira

Miguel Vieira é designer de moda desde 1986, desenvolvendo coleções próprias desde 1988. Participa regularmente em feiras italianas, espanholas e francesas e as suas propostas, apresentadas sazonalmente no Portugal Fashion, já desfilaram em passerelles tão diversas como São Paulo, Istambul, Paris, Barcelona, Uruguai, Lisboa, Lodz, Madrid e Milão. A marca Miguel Vieira está hoje registada em inúmeras categorias, um pouco por todo o mundo: roupa de homem, senhora, joias, sapatos, marroquinaria, mobiliário, óculos, criança, underwear, entre outras. Devido ao seu sucesso, dentro e fora de portas, Miguel Vieira foi distinguido com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique (2006) e recebeu o Prémio Infante D. Henrique na categoria de inovação (2009), galardões que junta aos Globos de Ouro de Melhor Estilista dos anos de 2007 e 2012.

 

Susana Bettencourt

Com raízes açorianas (ilha de São Miguel), Susana Bettencourt viveu mais de dez anos em Londres, onde se licenciou em Design de Moda com especialização em Malhas, no Central Saint Martins College of Art and Design, e concluiu com distinção o mestrado em Moda Digital, no London College of Fashion. Antes de se lançar com nome próprio, Susana Bettencourt trabalhou com designers como Brooke Roberts e as portuguesas Alexandra Moura e Fátima Lopes. Refira-se ainda que a cantora, atriz e modelo Sarah Harding usou um vestido de Susana Bettencourt no Red Carpet Fashion Awards.

 

De referir que as peças de Susana Bettencourt são vendidas online, em diversas plataformas. Estreou-se no Portugal Fashion em outubro de 2011 e, em setembro de 2014, participou na Vienna Fashion Week com produção do Portugal Fashion Internacional. Com o apoio da ANJE, tem marcado presença em certames especializados em cidades como Londres, Copenhaga e Paris.

 

Veja imagens das coleções na galeria no início do artigo.

Fonte: Portugal Fashion

 

Artigo anterior

Associação de calçado desafia: «Está na hora de comprar português»

Próximo artigo

O ritmo certo do coração e a nossa saúde