Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Epigenética: o alimento saudável gera felicidade

Epigenética: o alimento saudável gera felicidade

Uma alimentação adequada é a condição necessária para se ter um património genético, cultural e socioeconómico mais evoluído.

Pinterest Google+
PUB

Para que um profissional de saúde cuide de alguém deve ter em conta certos aspetos como o nível de felicidade, a sua alimentação e as influências epigenéticas, pois todos estes fatores influenciam a vida de todos nós.

 

Para mim, o que me inspira, é a possibilidade de ajudar alguém a restabelecer o equilíbrio do corpo e a preservar a sua saúde. Não existe doença, existem doentes, por isso uma alimentação focada numa nova abordagem nutricional deve ser o primeiro passo para qualquer mudança de comportamentos.

 

Veja também: Alimentos que fortalecem o sistema imunitário  

 

Este tipo de nutrição consiste na utilização dos alimentos de forma a podermos prevenir doenças e restabelecer a saúde, onde os alimentos são usados pelas suas propriedades.  O que a nutrigenetica propõe é também a consideração dos conceitos sociais e ambientais que envolvem a produção e o consumo dos alimentos e do nosso quotidiano.

 

Desde a medicina de Hipócrates, já se concebe que o alimento possui papel decisivo no estado de saúde do organismo e o mesmo pode ser utilizado de forma medicinal. Aliás, está comprovado que melhora e prolonga a qualidade de vida. Lembre-se: você é o que come. Portanto, vamos prestar atenção ao que colocamos no nosso prato no dia a dia. Trata-se de uma autoeducação diária com agradáveis compensações no futuro.

 

Veja também: Beber 8 copos de água por dia: facto ou ficção?

 

A elaboração de um receituário (planificação alimentar/dieta) saudável como forma de evitar doenças cronicas e degenerativas deve ser apresentada de acordo com a estrutura de cada pessoa de forma a estar compatível com as necessidades do seu biótipo.

 

Cada vez mais especialistas relacionam a qualidade da saúde à prevenção. É preciso ainda reafirmar que uma dieta antioxidante, rica em fibras e alimentos orgânicos, exercícios físicos, limpeza intestinal, pensamentos positivos, meditação e o respeito às características individuais de cada um ajuda-nos a conquistar uma vida com saúde, longevidade, felicidade e mais beleza.

Artigo anterior

O ano de 2017 vai consolidar a democracia da moda e da beleza

Próximo artigo

Mecanismo explica como o sexo feminino e a diabetes influenciam o aparecimento da Doença de Alzheimer