Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Epigenética: a maçã e o detox

Epigenética: a maçã e o detox

A maçã é a personificação da criação, do amor, da traição, do sonho, da mudança e...da relatividade. Conheça todas as suas potencialidades.

Pinterest Google+

O fruto proibido que “Eva deu a Adão” mudou a história do mundo.

A maçã que a bruxa deu à Branca de Neve para ser soberana de um reinado que não lhe pertencia.

A maçã que “Isaac Newton, usou para demonstrar a teoria da relatividade.

A maçã que Guilherme Tell usou para demonstrar o seu poder de pontaria no uso da besta.

A maçã da geração tecnológica que a Apple usou como imagem de evolução.

A maçã do pintor René Magritte usada pelos Beatles como imagem de sucesso da sua geração musical.

E, por fim, a maçã como alimento funcional, que, sendo um alimento in vivo, nos remete para um ciclo de vida mais saudável, pela sua influência epigenética.

 

Veja também: Comer de forma intuitiva. A nova dieta?

 

A “Pyrus Malus”, de natureza fresca e sabor ácido/doce, é o alimento que equilibra os filtros do seu corpo (baço, pâncreas e pulmão). Na realidade, ela possui os cinco sabores (doce, amargo, ácido, umami e azedo) e através deles harmoniza o corpo.

 

Tem ação desintoxicante, sobretudo quando bebe um pouco de álcool a mais. Produz líquidos orgânicos e diminui o calor interno e a sede. É rica em pectina, que associada aos sais biliares ajuda a reduzir o colesterol. É a fruta ideal para quem tem cálculos biliares.

 

Se a comer cozida, auxilia o intestino e equilibra a digestão. É a grande aliada de qualquer regime de emagrecimento, porque a sua pectina reduz as gorduras e o seu potássio em grande concentração aumenta a diurese.

 

Veja também: Aprenda a identificar os aditivos alimentares

 

Se quer desintoxicar o seu corpo enquanto dorme, coma uma maçã (sem casca) antes de dormir.  A meio da manhã ou da tarde, coma maçã cozida, em água com um pau de canela com uma colher de sopa de mel (4 maçãs) e uma casca de limão.

 

Se sentir frio ou fome, coma uma maçã assada, quentinha. Mas se tiver desejo de um doce descasque uma maçã, corte-a em tiras finas, faça um salteado, com um fio de azeite, canela e uma colher de sobremesa de mel, aqueça uma Wok e, com o recipiente bem quente, salteie a maçã por 5 min. No fim, coloque umas sementes de sésamo e coma com prazer…

 

Ou se quiser apenas um jantar leve e reconfortante, coloque lascas de maçã numa batata-doce cortada na horizontal, polvilhe canela e envolva num papel vegetal levando ao forno a assar por 15 minutos, a 180º.

 

Comer é um ato de amor…experimente colocar um quadrado de chocolate amargo dentro do buraco de uma maça, sem caroço, e leve a assar…coma de olhos fechados, com gula e prazer, e deixe-se invadir pelo sabor, pelo aroma e pelo sentir do seu corpo em plena festa da vida!

 

Seja feliz.

Artigo anterior

Dois projetos portugueses conquistam lugar no ‘Talents’ em Frankfurt

Próximo artigo

Três cidades portuguesas entre as 100 com melhor reputação online do mundo