Home»FOTOS»Enxaqueca: saiba como controlar a doença através de métodos naturais

Enxaqueca: saiba como controlar a doença através de métodos naturais

Considerada pela Organização Mundial de Saúde como a 8ª causa mundial de anos vividos com incapacidade, a enxaqueca afeta principalmente as pessoas entre os 25 e os 55 anos de idade. A propósito do Dia Europeu da Ação contra a Enxaqueca, assinalado a 12 de setembro, falámos com a naturopata Cátia Antunes, para conhecer quais as formas naturais que ajudam a controlar os sintomas da doença.

Pinterest Google+

Segundo o estudo My Migraine Voice, promovido pela Aliança Europeia para Enxaqueca e Cefaleia, 79% dos portugueses que sofrem de enxaqueca sentem-se limitados pela doença em tarefas do dia-a-dia. A enxaqueca é uma doença neurológica crónica que se caracteriza por crises recorrentes de dores moderadas a fortes, que pode ser pulsátil e que é normalmente unilateral. Em alguns casos, os doentes sofrem também de náuseas, vómitos e sensibilidade à luz e ao som.

 

No entanto, existem vários motivos que contribuem para a doença. A naturopata Cátia Antunes explica que «a enxaqueca pode ter como origem a tensão emocional que se somatiza no crânio e nas cervicais. Pode ter uma origem também circulatória e esta pode estar relacionada com o estilo de vida, isto é, se faz exercício ou não, se se alimenta bem ou não. Pode também ter origem num mau funcionamento hepático ou biliar ou até em alterações hormonais relacionadas com a menstruação». Os fatores ambientais, como alterações meteorológicas e viagens ou estímulos visuais, olfativos e sonoros muito fortes podem também desenvolver as enxaquecas.

 

VEJA TAMBÉM: O DIA ESTÁ PÉSSIMO? RECEITAS CASEIRAS CONTRA A ENXAQUECA

 

Geralmente, o principal recurso para combater a enxaqueca são os medicamentos, no entanto, existem formas naturais que ajudam no alívio do problema. «A primeira coisa em que se deve focar é a alimentação. Procure retirar o glúten e os lacticínios (com ou sem lactose) da sua rotina alimentar, já que estes podem contribuir para a enxaqueca, principalmente se esta estiver relacionada com a ingestão de alimentos. Toda a alimentação que privilegie o fígado e a microbiota intestinal irá contribuir para o tratamento das enxaquecas. Por vezes o diagnóstico das intolerâncias alimentares pode ajudar a identificar, a montante destes dois conhecidos vilões – lácteos e glúten -, alguns alimentos a que o organismo seja intolerante a ponto de as provocar», esclarece a naturopata.

 

Cátia Antunes indica ainda que técnicas como a acupunctura, a osteopatia sacro-craniana ou a medicina quântica podem levar ao tratamento eficaz das enxaquecas levando os pacientes a não dependerem dos fármacos para o efeito. «A escolha mais interessante da técnica a seguir depende intrinsecamente da causa das enxaquecas – este deverá ser o primeiro passo», alerta.

 

Durante uma crise, alguns alimentos podem também ajudar a atenuar os sintomas, como é o caso dos alimentos ricos em ómega 3, como o atum, já que têm propriedades anti-inflamatórias.

 

VEJA TAMBÉM: ENXAQUECA NA MULHER: UM TORMENTO DA SAÚDE FEMININA?

 

Mais do que controlar as crises o mais importante é levar uma vida saudável de forma a não passar por elas de forma recorrente. «Escolher os alimentos que nos fazem sentir bem, beber muita água, especialmente no verão, resolver bloqueios emocionais, procurar não sofrer por antecipação, dormir bem e de uma forma reparadora, fazer exercício físico adequado às necessidades de cada um e ser feliz parecem-me, à luz da naturopatia, serem medidas interessantes para a prevenção das enxaquecas», conclui Cátia Antunes.

 

Modificar o estilo de vida é a principal chave para controlar os sintomas mais agudos, o importante é perceber quais os fatores que desencadeiam as crises e manter uma rotina diária o mais saudável possível. Veja algumas dicas naturais que ajudam no controlo dos sintomas na galeria no início do artigo.

Artigo anterior

Vinhos e queijos: descubra os pares perfeitos

Próximo artigo

Shine on: as novas tendências são para celebrar