Home»VIDA»CARREIRA»Empresa no Porto inaugura conceito inovador de espaço de trabalho

Empresa no Porto inaugura conceito inovador de espaço de trabalho

Novo escritório vai permitir aos colaboradores viajarem por 4 continentes e 12 cidades, com recurso à tecnologia para criar uma experiência imersiva com sons e cheiros.

Pinterest Google+
PUB

A Natixis desenvolveu em Portugal um conceito inovador de espaço de escritório que vai transformar a experiência do modelo de trabalho híbrido. As Villages – assim se designa este projeto – ocupam dois pisos da sede da empresa no Porto e recriam 12 cidades, tirando partido da mais recente tecnologia para criar uma experiência imersiva, que inclui sons e cheiros.

 

A partir de agora, os colaboradores da Natixis em Portugal vão poder viajar pelas cidades de Manaus, Santiago, Dakar, Paris, Porto, Mascate, Cidade do México, Shanghai, Tóquio, Londres, Bangalore e Brooklyn.

 

O conceito ocupa dois pisos e um total de mais de 3.800 m2, com uma lotação de perto de 200 pessoas. As Villages foram criadas pela Natixis em Portugal com o apoio da Tétris, a empresa de arquitetura e construção da JLL em Portugal. O projeto teve a duração de dois anos, da idealização à concretização da obra.

 

VEJA TAMBÉM: JÁ DECIDIU EM QUE OUTRO PAÍS QUER TRABALHAR?

 

“Numa altura em que se colocava em questão o fim dos escritórios, devido à generalização do teletrabalho durante a pandemia, a Natixis, antecipou-se e percebeu que o futuro passava por transformar o espaço de trabalho coletivo ao invés de acabar com ele. Antes da pandemia, os escritórios eram, sobretudo, espaços de conveniência. Atualmente, caminha-se para que sejam espaços de experiência. As Villages são a prova de que conceitos inovadores, imersivos e focados no bem-estar dos colaboradores são fundamentais para o sucesso das empresas”, afirma Carlos Cardoso, managing director da Tétris.

 

Este centro com sede no Porto desenvolve soluções inovadoras para o negócio, operações e cultura de trabalho do Groupe BPCE em todo o mundo. Este projeto é, por isso, reflexo dos princípios de diversidade e inclusão que a Natixis tem vindo a consolidar nos seus escritórios, onde conta atualmente com perto de 2000 colaboradores de 30 nacionalidades, que diariamente trabalham com equipas de todo o mundo.

 

“Percebemos que a maior parte dos colaboradores da Natixis em Portugal se deslocava ao escritório para momentos de colaboração com as suas equipas e para momentos de socialização. Acreditamos que, numa nova era de trabalho, o modelo híbrido é o que tem uma maior capacidade de criação de valor para as pessoas e para as organizações. Foi nesse pressuposto que este projeto se desenvolveu”, afirma Etienne Huret, diretor-geral da Natixis em Portugal.

Aromas e sons

Cada espaço foi construído, decorado e personalizado tendo em conta as particularidades que tornam cada um destes destinos atrativos para os visitantes, combinando os sons, odores e elementos arquitetónicos que os caracterizam.

 

A título de exemplo, na village do Porto, os colaboradores são recebidos pelo aroma do vinho do Porto e são encorajados a trabalhar em equipa num espaço que se assemelha a uma adega tradicional. Em Mascate, podem sentar-se numa duna macia enquanto saboreiam um chá local. Em Manaus, podem sentir a densidade da floresta e ouvir os ruídos dos animais. Em Paris, será possível assistir a uma transmissão em direto de uma paisagem ou do céu da capital francesa.

 

Tecnologia ao serviço da agilidade e eficiência

Todas as salas das Villages estão equipadas com tecnologia que ajuda a otimizar o trabalho colaborativo e contribui para um trabalho mais ágil e eficiente. Cada Village é dividida em três zonas principais: Workstations (espaços de trabalho individuais); Meeting Rooms (espaços abertos e fechados para atividades de colaboração que necessitam de privacidade visual e acústica); e Cowork (locais para tarefas de colaboração e reuniões informais, cabines insonorizadas, zonas de silêncio, livraria, zona de refeições ou uma área lounge). Todos estes pontos estão equipados com as melhores ferramentas tecnológicas, para que os colaboradores possam trabalhar com as suas equipas e com outros colegas da Natixis no mundo.

 

As Villages contam com 50 embaixadores, colaboradores que são responsáveis por apresentar o conceito aos restantes colegas, e dar feedback à equipa de gestão do espaço, para garantir uma dinâmica de melhoria contínua.

 

O objetivo é que cada colaborador possa usufruir das Villages, pelo menos, uma vez por mês, para que, no final de cada ano, tenha conseguido experienciar um dia de trabalho em cada uma das 12 cidades.

 

 

Artigo anterior

Não é só o leite. Conheça os alimentos mais ricos em cálcio

Próximo artigo

O rei da festa: rolinhos de queijo, fiambre e bacon