Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Emojis em exposição no ‘MoMa’

Emojis em exposição no ‘MoMa’

Ainda não se sabe ao certo como os emojis ou emoticons serão exibidos no museu, mas prevê-se a sua apresentação no início de dezembro.

Pinterest Google+

O ‘Museu de Arte Moderna’ (‘MoMA’) em Nova Iorque, EUA, vai colocar em exibição permanente uma série de emojis.

 

As caras sorridentes, as imagens de alimentos e os símbolos do zodíaco projetados por uma empresa telefónica japonesa há quase 20 anos atingiram o estatuto de arte. ‘Nippon Telegraph and Telephone’ é o nome da empresa internacional que desenvolveu o conjunto original de 176 emojis e os lançou para os ecrãs dos telemóveis e pagers em 1999.

 

Veja também: A menina dança?

As imagens de corações, setas e gestos – 12 X 12 pixeis – serviram como modelo para os emojis abundantemente utilizados nos dias que correm. Estes pequenos símbolos expandiram as maneiras de comunicar, apesar de os ecrãs da altura terem um espaço reduzido e limitado.

 

Segundo as declarações de Paoli Antonelli, curadora sénior do Departamento de Arquitetura e Design do ‘MoMA’, à ‘Reuters’, a missão do museu sempre foi coletar e exibir arte intemporal e de design.

 

Veja também: Os castelos de Portugal

«Emojis enquanto conceito existem há séculos, em ideogramas, hieróglifos ou noutros caracteres gráficos, o que nos permite desenhar este belo arco que abrange toda a história humana», expressa Antonelli à agência ‘Reuters’.

 

 

Os emojis orginais, prejetados por Shigetaka Kurita, rapidamente se tornaram muito populares, na altura, no Japão e no resto do mundo. Por volta de 2006, o Alphabet Inc.’s Google começa a oferecer emojis para uso exclusivo no serviço ‘Gmail’. Em 2011, é a vez da Apple a criar os seus próprios emojis na sua aplicação de mensagens iOS.

 

 

Artigo anterior

Cancro da próstata mata 1800 portugueses por ano

Próximo artigo

Fotógrafo da jovem Sharbat Gula promete ajudá-la a libertar-se da prisão