Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Elimine a fadiga crónica e viva com mais energia

Elimine a fadiga crónica e viva com mais energia

A fadiga está presente em grande parte da população e tem um impacto avassalador na sociedade. Tem um impacto negativo na nossa saúde e qualidade de vida. A fadiga nem sempre está relacionada com causas físicas concretas, estas muitas vezes decorrem de fatores emocionais e psicológicos.

Pinterest Google+

A fadiga é a incapacidade de um ser vivo exercer atividades banais na normalidade, devido à perceção exagerada do esforço físico ou mental. Entre os principais sintomas estão a falta de concentração, irritabilidade, perda de apetite, dor de cabeça, excesso de sono, preguiça e fraqueza corporal. A fadiga nem sempre está relacionada com causas físicas concretas, esta muitas vezes decorre de fatores emocionais e psicológicos.

 

O conceito do plano de saúde energia positiva resulta da intenção de integrar na vida de cada individuo fatores positivos de saúde, nas diferentes áreas do comportamento e pensamento/emoção. O pensamento consiste numa vibração sutil, e em função da qualidade desses pensamentos são geradas e substâncias químicas, neurotransmissores que fazem circular determinada informação entre os neurónios. No entanto, os recetores destes neurotransmissores não estão confinados ao cérebro, hoje sabe-se que só no intestino existem cerca de cem milhões. Também no coração, pulmões, rins e no sistema imunitário existem estes recetores de informação. Logo podemos depreender que é na qualidade do pensamento, perceção individual geradora de sentimento que está a produção de neuro químicos, estes por sua vez vão comandar o processo fisiológico do nosso organismo.

 

VEJA TAMBÉM: SENTE CANSAÇO MENTAL? ALIMENTE O SEU CÉREBRO DA MELHOR FORMA

 

Deepak Chopra no seu livro “Energia sem limites” refere-se à fadiga como uma ausência de força positiva.   Explica que ao aprofundarmos a ligação mente-corpo começaremos a compreender as causas da fadiga crónica. Torna-se clara a razão porque os utentes, em termos gerais, não apresentam problemas físicos específicos, apesar de apresentarem níveis de depressão e ansiedade superiores ao considerado normal.

 

A sugestão passa por monitorizar o nível energético individual ao longo do dia e tomar consciência do nível de energia física e psíquica.  Tomar também consciência das atividades que estimulam a energia e as que pelo contrário retiram energia. Tomar consciência dos pensamentos extensores de energia ou pensamentos repressores baseados no medo.

 

O nível de energia percecionado do pelo individuo é produto da correlação de várias variáveis, como a alimentação, ambiente, pensamentos, emoções, relações, crenças, valores, e muitas outras.  A resposta muito resumidamente passa pelo termo equilíbrio.  Ou seja, a integração dos diferentes componentes físico, mental, social, ambiental e espiritual.

 

Podemos combater a fadiga adotando uma alimentação equilibrada, devemos privilegiar os legumes, verduras, frutas, frutos secos, peixe, carnes brancas e beber pelo menos um litro e meio de água por dia. A atividade física diária ou três vezes por semana promove o aumento de neuro químicos favoráveis ao bem-estar.

 

VEJA TAMBÉM: RAZÕES ESCONDIDAS QUE PROVOCAM CANSAÇO

 

Os nossos pensamentos deverão ser fortalecedores e expansivos. Ter emoções baseadas no amor, apreço e gratidão. Tomar consciência do nosso propósito de vida e das pequenas coisas que trazem sentido à nossa vida.

 

O mesmo autor acrescenta que a “energia é um elemento natural da vida. A presença constante de uma energia ilimitada e disponível no campo unificado constitui a verdade mais básica da natureza.”

 

Deste modo, a sugestão para a fadiga não se situa a nível do problema, mas sim na introdução de novos elementos opostos ao problema. Assim como a escuridão é a ausência de luz.   Vamos trazer luz para o nosso dia a dia na medida em que incorporamos fatores positivos na nossa vida. Assim, aumentamos o nível de conexão e harmonia com a natureza e universo e desfrutamos de mais e boa saúde. Fique bem, fique com mais saúde e energia positiva!

 

Artigo anterior

Das escadas às aplicações móveis: dieta para quem não tem tempo

Próximo artigo

Snipes abre primeira loja em Portugal