Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Efeito placebo é a cura para as noites mal dormidas

Efeito placebo é a cura para as noites mal dormidas

A forma como dormiu a noite passada não é só a forma como dormiu a noite passada, mas também a forma como pensa que dormiu.

Pinterest Google+

Há uma solução para acabar com as noites mal dormidas, basta acreditar que dormiu muito bem na noite anterior e isso é suficiente para impulsionar o desempenho cognitivo no dia seguinte, de acordo com um estudo publicado no ‘Journal of Experimental Psychology: Learning Memory, Cognition’.

 

Este estudo é um exemplo de como funciona o efeito placebo – qualquer resultado que não é atribuído a um tratamento específico, mas sim à mentalidade de um individuo.

 

Veja também: Dormir acordado é possível

 

A investigação contou com a participação de 164 pessoas que foram divididas em dois grupos. Ambos assistiram a uma palestra sobre a importância de uma noite bem dormida e dos perigos da falta de sono. Os participantes foram informados de que a quantidade média do sono REM (movimento rápido dos olhos), fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos, que as pessoas experimentam enquanto dormem é de 20%.

 

A ‘frequência’ das ondas cerebrais dos participantes foram medidas e os investigadores mostraram-lhes os resultados através de fórmulas e tabelas. No entanto, todas as medições, assim como os resultados apresentados eram falsos.

 

A um dos grupos foi dito que tinham uma qualidade de sono acima da média e que tinham atingido os 28,7% do tempo total de sono em REM. Ao outro grupo foi dito que estavam abaixo da média, apenas 16,2%  foi passado em REM. Estes números não tinham qualquer relação com a falta de sono ou com a fase REM do sono. Foram criados apenas para tentar convencer um grupo que tinha dormido melhor do que o outro.

Veja também: Quantas horas devemos dormir?

Todos os participantes fizeram uma bateria de testes cognitivos. Aqueles a quem foi dito que tinham dormido melhor pontuaram mais nos testes de atenção e memória do que os outros. Por acréscimo, os investigadores recolheram relatos dos participantes para saber como estes achavam que tinham dormido na noite anterior. Não foram encontradas associações entre os relatos e os resultados dos testes de atenção e memória.

 

O efeito placebo ainda é um mistério, mas o autores deste estudo acreditam que o efeito acontece com base nas expetativas de cada um. As pessoas sabem que a privação do sono tem efeitos negativos, assim como o bom sono tem imensos benefícios e, portanto, os seus desempenhos atuam conforme essa crença.

 

 

Artigo anterior

Nem sempre é possível obter o certificado de produtor biológico

Próximo artigo

Dá um uso positivo ao seu passado?