Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Educar para o consumo biológico

Educar para o consumo biológico

Acredito que com a ação de cada um conseguiremos um futuro melhor para as gerações vindouras.

Pinterest Google+

«Eu e tu temos de educar, é a nossa responsabilidade», Dalai Lama.

 

Nas últimas semanas, a RTP tem emitido alguns documentários que alertam para questões importantes relacionadas com a saúde e o ambiente. Gostaria de partilhar este documentário que está relacionado com a utilização de pesticidas e as suas consequências.

 

A versão integral do filme ainda não está disponível gratuitamente na internet, apenas esteve disponível durante alguns dias na RTP Play. Este documentário apresenta uma investigação sobre as consequências da utilização dos pesticidas, a forma como as grandes potências económicas gerem a informação e contornam as questões legais.

 

É chocante perceber que apesar de um produto ser considerado perigoso para a saúde humana, para o ambiente, continua a ser produzido nos EUA para ser exportado e vendido a países mais desfavorecidos! No documentário, é possível verificar que a aplicação pode ser local, mas que os efeitos serão mundiais, portanto, não é um problema de outros países! É um problema global, pois a poluição não conhece fronteiras!

 

A forma de combatermos este flagelo é efetivamente a produção e o consumo de produtos biológicos, onde não é permitido utilizar produtos químicos de síntese e onde é respeitada e incrementada a qualidade do solo.

 

No mesmo documentário, é apresentado um caso de sucesso num país que é o Butão, onde o governo decidiu não medir o PIB (Produto Interno Bruto), mas sim o FIB  (Felicidade Interna Bruta) e onde foi decretado que  toda a agricultura praticada no pais é em modo biológico. São também apresentados outros casos de sucesso, onde os problemas que foram surgindo e foram considerados como aprendizagens para a mudança de hábitos.

 

Que este tipo de documentários sirva para nos deixarem alerta para com o mundo que nos rodeia, para educar a tomar as decisões mais acertadas para o nosso consumo.

 

Partilhem o vosso conhecimento, ensinem, mostrem a quem não sabe! Consumam biológico! Produzam os vossos próprios alimentos! Consumam de forma consciente! Acredito que com a ação de cada um conseguiremos um futuro melhor para as gerações vindouras.

 

 

Artigo anterior

«O objetivo da linha Saúde Animal 24 não é dar consultas telefónicas»

Próximo artigo

Lisboa investe mais de 300 mil euros em turismo