Home»ATUALIDADE»ENTREVISTAS»Acne: tire todas as dúvidas

Acne: tire todas as dúvidas

A acne é uma realidade que afeta muitos jovens e adultos. Miguel Trincheiras, especialista em Dermatologia e Venereologia, responde às suas dúvidas.

Pinterest Google+
PUB

Em casos de acne severa, tomar a pílula ou fazer o tratamento de isotretinoina são as melhores soluções?

Nos casos de acne grave, é sempre necessário atuar por via sistémica a nível das glândulas e do sistema imunológico e, na maioria dos casos, só através de alguns antibióticos, da isotretinoína ou de factores hormonais como a pílula ou anti-androgénios, conseguimos controlar estes quadros de acne, sem nunca esquecer a terapêutico tópica de acompanhamento que se mantém fundamental.

 

Que tipos de cuidados com a pele devem ter as pessoas que sofrem de acne?

A higiene da pele de tendência acneica deve ser realizada com produtos apropriados para a mesma, suaves, que limpem a pele sem a agredir e respeitando a barreira hidrolipidica tanto quanto possível. A maioria dos laboratórios têm linhas dedicadas à pele acneica com bons produtos de limpeza e lavagem para estes casos.

 

Veja a galeria: Dicas de beleza intemporais

 

Existe alguma marca ou algum produto específico que seja mais indicado para o tratamento da acne?

A acne tem que ser tratada em função de uma série de fatores entre os quais o sexo, idade, antecedentes, tipo de lesões, etc., pelo que nunca poderá ter um produto tipo ou algum protocolo estereotipado que assente melhor em todos os casos. A terapêutica da acne tem mesmo que ser feita “à medida” de cada caso em particular.

 

Por norma, as pessoas com pele oleosa têm o receio de colocar cremes hidratante na pele, pois temem que agrave a situação. Considera importante a hidratação frequente deste tipo de peles?

A hidratação é fundamental em qualquer tipo de pele, e as peles de tendência acneica não fogem à regra, sendo que, conforme as circunstâncias particulares de cada caso, terão necessidade de realizar a hidratação com produtos específicos. Se o paciente estiver sujeito a uma terapêutica com isotretinoína sistémica ou com retinóides tópicos, terá necessidade de fazer um creme ligeiramente mais gordo para compensar a secura cutânea gerada por estes produtos. Noutras circunstâncias, cremes com moléculas adstringentes, com características anti-inflamatórias, com fatores limitativos da proliferação bacteriana ou seborreguladores poderão ser as mais indicadas.

Artigo anterior

Saiba como disciplinar o seu filho

Próximo artigo

Fantasias sexuais femininas evoluem com a idade